Repentistas e cordelistas podem se aposentar pela Previdência Social

01:14Repentistas e cordelistas podem se aposentar pela Previdência Social

LOC: OS REPENTISTAS E CORDELISTAS DE TODO O BRASIL PODERÃO SE APOSENTAR PELA PREVIDÊNCIA SOCIAL.

LOC: É O QUE DETERMINA PROJETO APROVADO NA COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS QUE SEGUE PARA A CÂMARA DOS DEPUTADOS. 

Aprovado durante a semana de esforço concentrado na Comissão de Assuntos Sociais, o projeto garante aposentadoria de um salário mínimo por 10 anos para o artista que comprovar pelo menos 10 anos de atividades prestadas à cultura do cordel ou do repente. Estas são tradições da cultura popular do Nordeste com milhares de praticantes e adeptos nesta e em outras regiões do país. O autor do projeto, senador Inácio Arruda, do PC do B do Ceará acredita que a comprovação da atuação desses artistas não será difícil, pois os repentistas são figuras com participação cultural ativa em suas comunidades, e os cordéis, impressos, geralmente são datados. (INACIO ARRUDA): Todos eles são datados. Nós vamos usar os mesmos critérios que foram usados para os trabalhadores rurais de pequenas unidades produtoras. Que o que comprova a sua ação naquela área profissional é o conhecimento das pessoas, o testemunho das pessoas na atividade que você desenvolve naquela região. (REP): Casa não seja apresentado recurso para exame no plenário do Senado, o projeto poderá seguir direto para a Câmara dos Deputados.

TÓPICOS:
Previdência  Comissão de Assuntos Sociais  Aposentadoria  Senador Inácio Arruda  Ceará  Cultura  Plenário do Senado  Salário Mínimo  Câmara dos Deputados 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo