Meio Ambiente

Fundo Amazônia é tema de debate na Comissão de Mudanças Climáticas

02:36Fundo Amazônia é tema de debate na Comissão de Mudanças Climáticas

Transcrição LOC: O BLOQUEIO DE REPASSES AO FUNDO AMAZÔNIA FOI DISCUTIDO NESTA QUARTA-FEIRA NA COMISSÃO MISTA DE MUDANÇAS CLIMÁTICAS. LOC: PARTICIPANTE COMPAROU A PARALISAÇÃO DO FUNDO A CRIME DE LESA PÁTRIA. A REPORTAGEM É DE MARCELLA CUNHA TÉC: A Comissão Mista Permanente sobre Mudanças Climáticas discutiu nesta quarta-feira o Fundo Amazônia. Estão paralisados um bilhão e oitocentos milhões de dólares aplicados em 102 projetos que contribuem para a redução do desmatamento. Em agosto, os principais doadores do Fundo, Noruega e Alemanha, suspenderam o repasse de recursos após o Presidente Jair Bolsonaro sugerir que o dinheiro fosse utilizado para reflorestar os próprios países europeus, sob o argumento de que as doações exigiam contrapartidas que ferem a soberania brasileira. Durante a audiência pública, o vice-presidente do Instituto Democracia e Sustentabilidade, João Paulo Capobianco, afirmou que inviabilizar o Fundo Amazônia é um crime de lesa-pátria. (Capobianco): É um crime de lesa-pátria porque desrespeita todo o processo feito anteriormente, desrespeita os doadores de boa-fé que colocaram recursos acreditando no que o Brasil disse, desrespeita a Amazônia porque retira recursos de uma região que precisa de recursos e gera uma instabilidade no sistema. (Rep) Já o presidente da Comissão, senador Zequinha Marinho, do PSC do Pará, lembrou que o uso do fogo na agricultura é comum quando não há a opção de comprar máquinas agrícolas. E sugeriu que, para evitar as queimadas, o Governo adote medidas como a redução de juros do FNO, o Fundo Constitucional de Financiamento do Norte, e de impostos para a compra de tratores, que chegam a 40% do preço total. (Zequinha): A contrapartida que a gente viu é legítima, é a redução. Mas como é que eu baixo se esse camarada que mora lá tem que usar o fogo ou morre de fome? Por que que o cara põe fogo? Porque não tem trator. Quem tem trator não usa fogo. Na agricultura Industrial não se fala em fogo. (Rep) Para o presidente da Comissão de Meio Ambiente, Fabiano Contarato, da Rede Sustentabilidade do Espírito Santo, a população indígena é a principal defensora do meio ambiente, e para eles a prioridade não são tratores. (Contarato): Eles não querem saber de trator, a relação deles com a terra transcende a propriedade. Eles querem dignidade, eles querem viver na relação com a terra que é deles. (REP) Os senadores questionaram a ausência de um representante do Governo e do BNDES, responsável pela gestão do Fundo. O plano de trabalho da Comissão, que seria colocado em votação nesta quarta-feira, foi adiado para a próxima reunião, no dia 25 de setembro. Da Rádio Senado, Marcella Cunha

A Comissão Mista Permanente de Mudanças Climáticas promoveu uma audiência pública nesta quarta-feira (18) para tratar do Fundo Amazônia. Mais de R$ 1,8 bilhão estão paralisados após o bloqueio de repasses dos principais doadores do Fundo, a Noruega e a Alemanha. O vice-presidente do Instituto Democracia e Sustentabilidade, João Paulo Capobianco, afirmou que inviabilizar o uso desses recursos é um crime de lesa-pátria. Já o presidente da Comissão, Zequinha Marinho (PSC-PA), sugeriu medidas como a redução nos impostos de tratores para diminuir as queimadas. A reportagem é de Marcella Cunha.

TÓPICOS:
Agricultura  Alemanha  Amazônia  BNDES  Bolsonaro  Comissão de Meio Ambiente  Comissão Mista Permanente sobre Mudanças Climáticas  Democracia  Desmatamento  Espírito Santo  Juros  Meio Ambiente  Mudanças Climáticas  Pará  PSC  Rede  Rede Sustentabilidade  Senador Fabiano Contarato  Senador Zequinha Marinho  Sustentabilidade  Trabalho 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo