Comissão de Educação

Florianópolis pode ser a capital brasileira da nanotecnologia

01:38Florianópolis pode ser a capital brasileira da nanotecnologia

Transcrição LOC: A COMISSÃO DE EDUCAÇÃO DO SENADO APROVOU PROJETO QUE DÁ A FLORIANÓPOLIS O TÍTULO DE CAPITAL NACIONAL DA NANOTECNOLOGIA. LOC: UM QUARTO DAS EMPRESAS DO SETOR COM SEDE NO BRASIL FICA NA CIDADE. A REPORTAGEM É RODRIGO RESENDE: (Repórter) A nanotecnologia é um setor que estuda materiais e constrói dispositivos extremamente pequenos, que costumam usar como unidade de medida o Nanômetro, ou seja, um centímetro dividido por mil. Existem diversas empresas e grupos que lidam com produtos nessa escala e muitas delas estão em Santa Catarina, com destaque para a capital, Florianópolis. O senador Jorginho Mello, do PL de Santa Catarina, apresentou um projeto, aprovado pela Comissão de Educação, que dá a “Floripa” o título de capital nacional da nanotecnologia. Ele destaca que a capital do estado faz jus ao título: (Jorginho Mello) De todas as empresas que trabalham nesse setor, 25% delas ficam em Santa Catarina, em Florianópolis. A nanotecnologia que está hoje desenvolvendo, criando , melhorando, aperfeiçoando, criando novas oportunidades de materiais, de bens, enfim ... a gente possa também homenagear Floripa com esse título de capital da nanotecnologia que é merecido. (Repórter) A opinião é compartilhada pelo relator do projeto, senador Dário Berger, do MDB Catarinense, que lembra que Florianópolis vai além das belezas naturais: (Dário Berger) Conhecida pela belezas naturais, pelo avanço tecnológico dos últimos anos, é conhecida até como a capital brasileira do Vale do Silício, a economia é forte e diversificada neste sentido, empresarial principalmente, da ciência e tecnologia. (Repórter) A proposta que torna Florianópolis capital nacional da nanotecnologia será agora analisada pela Câmara dos Deputados. Da Rádio Senado, Rodrigo Resende. LOC: A COMISSÃO DE EDUCAÇÃO TAMBÉM APROVOU UM PROJETO QUE RECONHECE O ESTADO DE SANTA CATARINA COMO “PÓLO NÁUTICO DO BRASIL”. LOC: A PROPOSTA É DO SENADOR JORGINHO MELLO, DO PL CATARINENSE, E SEGUE PARA ANÁLISE DA CÂMARA DOS DEPUTADOS. DE ACORDO COM JORGINHO, O ESTADO CONTA COM 60% DO MERCADO DE CONSTRUÇÃO NÁUTICAS DO PAÍS. PROJETO: PL 683/2019 E PL 684/2019

Florianópolis pode ser a capital nacional da nanotecnologia. Um projeto com esse objetivo (PL 683/2019) foi aprovado pela Comissão de Educação do Senado e segue para análise da Câmara dos Deputados. De acordo com o senador Jorginho Mello (PL-SC), autor da proposta, um quarto das empresas brasileiras do setor ficam na capital de Santa Catarina. A reportagem é de Rodrigo Resende

TÓPICOS:
Câmara dos Deputados  Ciência e Tecnologia  Economia  Educação  Empresas  Santa Catarina  Senador Dário Berger  Senador Jorginho Mello  Tecnologia 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo