Audiência pública

CRE vai ouvir autoridades da aeronáutica do Brasil, Bolívia e Colômbia sobre o acidente da Chapecoense

02:04CRE vai ouvir autoridades da aeronáutica do Brasil, Bolívia e Colômbia sobre o acidente da Chapecoense

Transcrição LOC: A COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES DO SENADO DECIDIU DEBATER EM AUDIÊNCIA PÚBLICA A SITUAÇÃO DAS FAMÍLIAS DOS MORTOS NO ACIDENTE COM O AVIÃO DA CHAPECOENSE. LOC: VÁRIAS AINDA NÃO CONSEGUIRAM SER INDENIZADAS QUASE TRÊS ANOS APÓS O DESASTRE. A REPORTAGEM É DE FLORIANO FILHO. (Repórter) Ao todo foram protocoladas 27 ações por familiares de jogadores e funcionários que morreram no acidente da Chapecoense. Os processos foram para a 1ª Vara do Trabalho no município de Chapecó, em Santa Catarina. Das 27 ações, já houve conciliação em 13. O total dos acordos até agora chega a 19 milhões de reais. O pagamento pela Associação Chapecoense poderá ser feito em até 120 meses, dependendo do caso. A Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado vai debater em audiência pública a situação das famílias e as pendências judiciais. A queda do avião nos arredores de Medellín, na Colômbia, deixou 71 mortos e 6 feridos. O senador Nelsinho Trad, do PSD de Mato Grosso do Sul, afirmou que é importante resolver as situações onde ainda não houve acordo. (Nelsinho): Nada avançou no que tange às questões de indenização, às próprias questões de direitos que eles possuem. As autoridades internacionais não dão nem mais satisfação para esse grupo. (Repórter) O desastre com o avião da Chapecoense completa três anos em novembro deste ano. Além de ouvir autoridades da aeronáutica do Brasil, Nelsinho Trad quer ouvir representantes da Bolívia e da Colômbia, bem como empresas internacionais de seguros e resseguros. (Nelsinho Trad) para que a gente possa repactuar determinadas situações que estão jogadas ao léu, ao vento, e dar um mínimo de conforto aos familiares das vítimas do voo da Chapecoense. (Repórter) Dentre os processos não conciliados, 13 ainda aguardam o julgamento em primeira instância. REQ 26/2019

A Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado vai promover uma audiência pública para debater a situação das famílias de jogadores e funcionários que morreram no acidente da Chapecoense. A queda do avião nos arredores de Medellín, na Colômbia, deixou 71 mortos e 6 feridos. Das 27 ações judiciais, já houve conciliação em 13. O senador Nelsinho Trad, do PSD de Mato Grosso do Sul, afirmou que é importante resolver a situação dos casos nos quais ainda não houve acordo. A reportagem é de Floriano Filho.

TÓPICOS:
Bolívia  Colômbia  Comissão de Relações Exteriores  Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional  Defesa Nacional  Empresas  Mato Grosso  Mato Grosso do Sul  PSD  Relações Exteriores  Santa Catarina  Senador Nelsinho Trad  Trabalho 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo