Audiência pública

CAS debate situação de auxiliares e técnicos de enfermagem que trabalham em home care

Os senadores da Comissão de Assuntos Sociais (CAS) devem debater a regulamentação da profissão e a situação dos enfermeiros e técnicos em enfermagem que trabalham em home care. A expressão em inglês significa “cuidados em casa” e funciona como uma internação domiciliar, com a continuidade do tratamento e do atendimento hospitalar na residência do paciente. Segundo o senador Hélio José (PROS-DF), autor do requerimento para a audiência pública, o objetivo é assegurar os direitos trabalhistas da categoria além de discutir eventuais irregularidades na contratação destes profissionais. Participam da audiência pública representantes dos ministérios da Saúde e do Trabalho e representantes da categoria e das empresas e cooperativas que trabalham no setor.

02/05/2018, 12h22 - ATUALIZADO EM 02/05/2018, 14h17
Duração de áudio: 01:14
Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

Transcrição
LOC: A COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS DEVE DISCUTIR NESTA QUINTA-FEIRA A SITUAÇÃO DOS AUXILIARES E TÉCNICOS EM ENFERMAGEM QUE TRABALHAM EM HOME CARE. LOC: DEVEM PARTICIPAR DA AUDIÊNCIA PÚBLICA PROFISSIONAIS DA ÁREA, REPRESENTANTES DO GOVERNO FEDERAL E DAS EMPRESAS DO SETOR. REPÓRTER GEORGE CARDIM. (Repórter) Os senadores da Comissão de Assuntos Sociais devem discutir a regulamentação da profissão e a situação dos enfermeiros e técnicos em enfermagem que trabalham em home care. A expressão em inglês significa “cuidados em casa” e atendimento funciona como uma internação domiciliar, com a continuidade do tratamento hospitalar na residência do paciente. O senador Hélio José, do Pros do Distrito Federal, que pediu a reunião, disse que o objetivo é assegurar os direitos trabalhistas da categoria, além de discutir eventuais irregularidades na contratação destes profissionais. (Hélio José) “A regulamentação da forma sobre como está sendo feito esse trabalho de home care, em razão do tipo de exploração que está ocorrendo dessa mão de obra. Eu fui procurado por uma série de pessoas e organizações que trabalham no setor. Por isso é que a gente vai fazer esse debate.” (Repórter) Devem participar da audiência pública representantes dos ministérios da Saúde e do Trabalho, além de representantes da categoria e das empresas e cooperativas que atuam no setor.

Ao vivo
00:0000:00