Senado amplia canais de contato com cidadãos

Dante Accioly e Nelson Oliveira | 12/02/2019, 11h21

O Senado está cada vez mais aberto à interação com a sociedade. Pelas mídias sociais, pela internet, por telefone ou pessoalmente, são vários os canais de contato e diálogo com o cidadão. Do acompanhamento das sessões ao vivo pela TV e pela Rádio Senado até a possibilidade de sugerir ideias de projetos de lei, os mecanismos desenvolvidos pela Casa ao longo do tempo têm feito da instituição uma das mais transparentes do setor público do país. E não é só isso. O Senado também disponibiliza arquivos, estrutura e ferramentas para quem quer entender melhor o Brasil.

MÍDIAS SOCIAIS

Até sexta-feira (8), havia 3.247.386 pessoas curtindo a página do Senado no Facebook, o que a coloca como a terceira maior do país entre as páginas de governo. O Senado também interage com os cidadãos no Instagram, que tem 729 mil seguidores, e no Twitter, primeira rede a ser explorada pela Casa, a partir de 2009, com 713 mil pessoas seguindo as publicações. A Procuradoria da Mulher, a Presidência do Senado e a Rádio Senado têm contas próprias no Facebook e no Twitter. A Biblioteca está no Facebook. E a TV Senado, além de interagir com os cidadãos pelo Facebook, bateu os 300 mil seguidores em sua página no YouTube.

- facebook.com/SenadoFederal

- twitter.com/senadoFederal

- instagram.com/senadofederal

- www12.senado.leg.br/institucional/redes-sociais

VEÍCULOS DE COMUNICAÇÃO

A Secretaria de Comunicação Social tem a missão de divulgar a atuação dos senadores. Envolve Agência, Jornal, TV e Rádio Senado. A Agência publica textos, fotos, áudios e vídeos no Portal Senado Notícias, que, no ano passado, registrou 14,8 milhões de usuários, com 28,7 milhões de visualizações. O Jornal do Senado tem tiragem de 4,2 mil exemplares diários. Somadas, as newsletters da Agência e do Jornal chegam a 37,3 mil assinantes. A TV Senado transmite ao vivo as sessões da Casa e tem programas jornalísticos e culturais, com uma cobertura disponível de 66,5 milhões de cidadãos em canal aberto. A Rádio Senado transmite as sessões ao vivo, além de apresentar programas jornalísticos e culturais, entremeados por programação musical. E, por meio do serviço RádioAgência, mantém mais de 2 mil emissoras conveniadas em todo o país. Em 2018, elas fizeram mais de 20 mil downloads de conteúdos da Rádio Senado. Agência, Jornal, TV e Rádio também estão na internet.

- senado.leg.br/noticias

- senado.leg.br/jornal

- senado.leg.br/tv

- senado.leg.br/radio

ALÔ SENADO

O Alô Senado é uma central telefônica mantida pela Ouvidoria da Casa. O cidadão pode deixar mensagens, sugestões e opiniões. Também é possível pedir informações e participar de audiências públicas. As manifestações são encaminhadas aos destinatários. Em 2018, foram mais de 80 mil ligações. As chamadas são gratuitas.

- 0800 612211

OUVIDORIA

A Ouvidoria busca estabelecer a comunicação eficiente entre o cidadão, o público interno e a instituição. Atua como um espaço de diálogo com escuta qualificada, para promover a melhoria dos serviços e o aprimoramento de rotinas e processos de trabalho. É possível entrar em contato por formulário no site do Senado. A Casa ainda mantém um endereço para correspondência.

- www12.senado.leg.br/institucional/falecomosenado/formulario

- Fale com o Senado

Endereço: Senado Federal – Via N2. CEP 70165-900. Brasília, DF

DATASENADO

O Instituto DataSenado foi criado em 2005 para acompanhar a opinião pública por meio de pesquisas, enquetes e análises. As consultas tratam da atuação parlamentar e de assuntos em discussão no Congresso. O DataSenado já ouviu mais de 4 milhões de pessoas sobre temas como segurança pública e reforma política.

- senado.leg.br/datasenado

TRANSPARÊNCIA

Seguindo o que manda a Constituição, o Portal da Transparência mantém dados atualizados sobre despesas dos senadores, patrimônio, licitações, contratos, gestão de pessoal e orçamento, entre outros. Em 2018, a Casa respondeu de forma simples e rápida a quase 2 mil consultas feitas com base na Lei de Acesso à Informação.

- senado.leg.br/transparencia

E-CIDADANIA

O e-Cidadania é uma ferramenta criada para que o cidadão interfira na elaboração de leis e de outras deliberações parlamentares. Desde 2012, 42 ideias receberam mais de 20 mil apoios, tornando-se sugestões legislativas. Delas, 10 foram transformadas em projetos de lei ou em propostas de emenda à Constituição. Pelo e-Cidadania também é possível enviar perguntas e comentários para participantes de audiências públicas e opinar sobre projetos de lei.

- senado.leg.br/ecidadania

PROCESSO LEGISLATIVO

O Atendimento ao Usuário do Processo Legislativo é o serviço de informação sobre a tramitação de propostas e projetos de lei no Senado. Por meio de um formulário eletrônico, o cidadão pode solicitar informações e documentos sobre a atividade legislativa. Já pelo serviço push é possível selecionar uma proposição e receber um e-mail sempre que ela sofrer alguma ação legislativa. O sistema tem cerca de 310 mil usuários ativos, acompanhando 41 mil matérias.

- www12.senado.leg.br/institucional/falecomosenado/processo-legislativo

- www25.senado.leg.br/web/atividade/materias/acompanhamento/minhas-materias

VISITAÇÃO

O Senado está de portas abertas. Todos os dias é possível marcar visitas guiadas em português, inglês, espanhol, francês ou libras. Nos fins de semana, não há necessidade de agendamento. Em 2018, foram 138 mil visitantes.

- congressonacional.leg.br/visite

ARQUIVO

Todas as informações públicas produzidas pelo Senado estão disponíveis no Arquivo, criado para fazer a gestão e a guarda de documentos legislativos, administrativos e históricos. Pessoalmente ou a distância, o usuário pode solicitar o texto de propostas debatidas na Casa, relatórios das comissões, discursos e fotografias antigas. São mais de 33 mil caixas de preciosidades, como o original da Lei Áurea, assinada em 1888.

- www12.senado.leg.br/institucional/arquivo

BIBLIOTECA

A Biblioteca é aberta ao público para consultas e pesquisas. O acervo é composto por cerca de 210 mil livros — 60% deles nas áreas de direito, ciências políticas, economia e administração. As buscas podem ser feitas de forma presencial ou virtual em uma rede que reúne 12 bibliotecas públicas. Na internet, o órgão mantém mais de 264 mil documentos em formato digital, entre livros, obras raras, artigos, áudios e outros.

- senado.leg.br/biblioteca

CAPACITAÇÃO

O Instituto Legislativo Brasileiro (ILB) não apenas capacita servidores públicos — nos últimos dois anos foram mais de 1,7 mil —, mas atua na modalidade de ensino a distância também para o público em geral, tendo emitido mais de 356 mil certificados para cursos via internet.

- www12.senado.leg.br/institucional/escola-de-governo

JOVEM SENADOR

Desde 2008, o Projeto Jovem Senador premia 27 estudantes do ensino médio de escolas públicas estaduais, com até 19 anos. Eles são selecionados por um concurso de redação e trazidos a Brasília, onde atuam por uma semana como parlamentares, propondo e debatendo projetos em comissões e no Plenário. O número de inscritos saltou de 150 mil em 2017 para 195 mil em 2018.

- senado.leg.br/jovemsenador

DEFESA DA MULHER

A Procuradoria Especial da Mulher foi criada para zelar, fiscalizar e incentivar direitos. No site do órgão é possível conhecer na íntegra mais de 120 projetos em defesa das mulheres. Já o Observatório da Mulher contra a Violência avalia dados sobre o tema e funciona como uma referência para análise e troca de informações entre as instituições que atuam na área.

- www12.senado.leg.br/institucional/procuradoria

- www12.senado.leg.br/institucional/omv

SIGA BRASIL

O Siga Brasil é um sistema de informações sobre orçamento público federal disponibilizado à sociedade a partir de 2004. Por meio do Painel Cidadão, é possível pesquisar as despesas do Orçamento da União por assunto, sem a necessidade de conhecer as classificações orçamentárias. Acessando o Painel Emendas, o leitor tem como pesquisar, por palavras-chave, a execução das emendas ao Orçamento da União. O Painel Especialista é a interface que dá acesso a despesas e receitas do Orçamento, por meio de interação com ambiente gráfico ou em consulta montada pelo próprio usuário, tendo como base a linguagem das classificações orçamentárias.

-  www12.senado.leg.br/orcamento/sigabrasil

Acesse a infomatéria - Senado amplia canais de contato com cidadãos


Compartilhar: Facebook | Twitter | Pinterest