Em Discussão!

25/05/2021

SUS e filantrópicas: atendimento em risco

Santas Casas de Misericórdia e hospitais filantrópicos sem fins lucrativos atuam em todo o país e, em muitos municípios, são os únicos a atenderem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Mas os números negativos recorrentes dessas entidades preocupam e podem impactar o bom funcionamento ao longo do ano. Elas querem R$ 3,5 bilhões para chegar ao final do exercício. Apesar do atendimento de excelência, o rombo financeiro é crescente.