Agenda Econômica

14/10/2020

Proposta de reforma administrativa do governo extingue direitos que não existem, explica consultor

A proposta de reforma administrativa enviada pelo governo ao Congresso extingue o chamado Regime Jurídico Único e acaba com a estabilidade de parte dos futuros servidores. Além disso, proíbe a aposentadoria compulsória como punição que, segundo o consultor Gilberto Guerzoni, já não existe para servidores e foi extinta para magistrados. Nesta entrevista, ele explica as principais mudanças previstas na PEC 32/2020 e diz que o texto extingue direitos que não existem.

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 0 61 2211