Séries Especiais

20 anos da Rádio Senado

40:0820 anos da Rádio Senado
Parte 1
05:35

Transcrição VINHETA ABERTURA: RÁDIO SENADO - 20 ANOS TRILHA: LOC: EM JANEIRO DE 1997 O BRASIL GANHAVA UMA EMISSORA PARA ACOMPANHAR E FISCALIZAR O TRABALHO DOS PARLAMENTARES: A RÁDIO SENADO. LOC: PARA LEVAR TRANSPARÊNCIA AOS CIDADÃOS , SÃO TRANSMITIDAS, AO VIVO, SESSÕES PLENÁRIAS E AS REUNIÕES NAS COMISSÕES PERMANENTES: téc: nós já estamos no ar, a rádio do senado, aqui em fm, nesta área do planalto central.//// nós já estamos no satélite, e atingindo a todo território brasileiro. todos que quiserem acessar a rádio do senado, a partir deste momento, poderão fazê-lo em qualquer recanto do país. LOC: AINDA EM 97 OS PRIMEIROS PROFISSIONAIS CONCURSADOS CHEGARAM PARA FORMAR A EQUIPE DA EMISSORA. O MODELO DE JORNALISMO QUE SERVIU COMO INSPIRAÇÃO FOI O DA RÁDIO JORNAL DO BRASIL, COMO LEMBRA SILVIO HAUAGEN, PRIMEIRO DIRETOR DA RÁDIO SENADO. havia uma convicção de que o parâmetro a ser seguido deveria não imitar, mas se inspirar naquele que foi adotado pela rádio jb, do rio de janeiro, em seus áureos tempos. e ali, foi uma fonte, realmente, de inspiração, e acredito que deu certo. LOC: A EMISSORA MUDOU A FORMA DE RELACIONAMENTO ENTRE O CIDADÃO E O SENADO. O JORNALISTA CEZAR MOTTA, DIRETOR DE JORNALISMO ENTRE 1997 E 2001, COMENTA QUE AS TRANSMISSÕES GARANTIRAM TRANSPARÊNCIA ÀS AÇÕES NO PARLAMENTO. (c. motta) acho que a grande virtude da rádio senado, foi mostrar ao público como é o congresso por dentro, como funciona, como é o dia a dia do parlamento. LOC: EM 1997 A RÁDIO SENADO TRANSMITIU MAIS DE 240 SESSÕES PLENÁRIAS. MAS, ALÉM DE OFERECER ACESSO AOS TRABALHOS LEGISLATIVOS, A RÁDIO SENADO TOCA O QUE HÁ DE MELHOR NA MÚSICA POPULAR BRASILEIRA. LOC: EM 97 UM DOS GRANDES DESTAQUES NA PROGRAMAÇÃO MUSICAL FOI A CANTORA CÁSSIA ELLER, COM TODO O AMOR QUE HOUVER NESSA VIDA. VINHETA ENCERRAMENTO: RÁDIO SENADO - 20 ANOS

Parte 2
07:26

Transcrição VINHETA DE ABERTURA: TRILHA: LOC: NO FINAL DOS ANOS 1990 A ATIVIDADE LEGISLATIVA FOI INTENSA NO SENADO FEDERAL E O JORNALISMO DA RÁDIO SENADO INFORMOU SEUS OUVINTES SOBRE TODAS AS MATÉRIAS APROVADAS NA CASA, COM IMPACTO DIRETO NA VIDA DOS BRASILEIROS. LOC: EM 98 OS SENADORES APROVARAM O PROJETO QUE DETERMINOU A MORADIA COMO UM DOS DIREITOS SOCIAIS DOS CIDADÃOS E AINDA RECEBERAM A VISITA DE NELSON MANDELA. EM 99 A RECONSTRUÇÃO DE MAMA PELO SUS EM CASOS DE CÂNCER PASSOU A SER OBRIGATÓRIA, COMO INFORMOU O REPÓRTER GEORGE CARDIM: (CARDIM – RECONSTRUÇÃO DA MAMA - 0’35”) O senador Tião Viana, que também é médico, informou que de acordo com uma pesquisa do Conselho Federal de Medicina, uma em cada nove mulheres deve contrair câncer de mama no futuro. Segundo o senador, a cirurgia reparadora é uma forma de remediar e restabelecer a saúde física e emocional das pacientes que retiraram as mamas. Sen: A aprovação deste projeto de lei do Senado é uma maneira de nós homenagearmos e darmos mais uma demonstração do grande respeito pela mulher que o Brasil deva ter, integral, nos seus direitos, que vai do campo psicológico ao campo físico. LOC: A MORADIA TORNOU-SE UM DOS DIREITOS SOCIAIS PREVISTOS PELA CONSTITUIÇÃO, SE IGUALANDO A OUTROS DIREITOS COMO À EDUCAÇÃO, SAÚDE, TRABALHO E PREVIDÊNCIA SOCIAL. O ENTÃO SENADOR ROMEU TUMA, QUE FOI O RELATOR DA PROPOSTA, DESTACOU QUE ASSIM, O ARTIGO SEXTO DA LEGISLAÇÃO SE TORNARIA MAIS COMPLETO. (0506X Romeu Tuma 0’00”) Não poderíamos ficar indiferentes à necessidade de colocar a moradia como um direito social obrigatório. Eu acho que me parece que ela fecha os direitos sociais que o estado tem que oferecer para os cidadãos principalmente àqueles em que a sorte ainda não soprou para o seu lado. LOC: NO FINAL DOS ANOS 90 OS SENADORES TAMBÉM APROVARAM UM PROJETO QUE TORNOU CRIME HEDIONDO A FALSIFICAÇÃO DE REMÉDIOS. COM ISSO, O RÉU NÃO TEM DIREITO A FIANÇA, E É OBRIGADO A CUMPRIR A PENA EM REGIME FECHADO. LOC: A FALSIFICAÇÃO DE ALIMENTOS TAMBÉM ENTRARIA NA LEI, MAS O ENTÃO PRESIDENTE FERNANDO HENRIQUE CARDOSO VETOU O TRECHO QUE TRAZIA A MUDANÇA, COMO EXPLICOU NA ÉPOCA O REPÓRTER ROMOLO MAZZOCCANTE. (0821 ROMOLO – FALSIFICAÇÃO DE REMÉDIOS - 0’47”) A lei aprovada no Senado também incluía a falsificação de alimentos na lista de crimes hediondos, o que foi vetado pelo presidente da República. A senadora Benedita da Silva lembra que uma alimentação adequada pode substituir os remédios e, por isso, discorda do veto. Sen: Eu não posso entender como o presidente da República perde a oportunidade de, numa lei mais abrangente, punir, também, aqueles que têm alterado os nossos produtos até com elementos químicos altamente tóxicos e que deixam de existir nos alimentos os complexos vitamínicos para os indivíduos. LOC: O ANO DE 1998 TAMBÉM TEVE A VISITA DE NELSON MANDELA NO SENADO. NO ENCONTRO, ONDE FOI RECEBIDO PELOS PRESIDENTES DA CÂMARA, MICHEL TEMER, E DO CONGRESSO, ANTÔNIO CARLOS MAGALHÃES, ELE PRESTIGIOU AS ORIGENS AFRICADAS NO BRASIL E DISSE QUE O PAÍS É UM EXEMPLO DE DEMOCRACIA. PARA MAGALHÃES, O ENCONTRO FOI UMA GRANDE EXPERIÊNCIA. (0722X Antônio Carlos Magalhães 0’20”) Uma demonstração de apreço ao Brasil, de ver semelhanças entre os nossos países e de querer incrementar, não só culturalmente, como já existe, mas sobretudo do ponto de vista econômico, as nossas relações, que já foram melhores, hoje estão boas, e podem ser ainda melhor. LOC: EM 99 UM DOS GRANDES DESTAQUES NA PROGRAMAÇÃO MUSICAL DA RÁDIO SENADO FOI A BANDA PATO FU, DEPOIS. VINHETA ENCERRAMENTO: RÁDIO SENADO - 20 ANOS

Parte 3
07:47

Transcrição VINHETA DE ABERTURA: TRILHA: LOC: O MUNDO NÃO ACABOU NO ANO DOIS MIL. E ASSIM, A RÁDIO SENADO CONTINUOU LEVANDO A SEUS OUVINTES TODAS AS INFORMAÇÕES SOBRE AS MATÉRIAS APROVADAS NA CASA. LOC: DOIS MIL FOI UM ANO INTENSO NO PARLAMENTO. PELA PRIMEIRA VEZ UM SENADOR FOI CASSADO E UMA COMISSÃO DE INQUÉRITO SE PROPÔZ PASSAR A LIMPO O FUTEBOL BRASILEIRO. LOC: NAQUELE ANO A COMISSÃO DE EDUCAÇÃO APROVOU A CRIAÇÃO DO DIA NACIONAL DE COMBATE AO ABUSO E À EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES. A REPORTAGEM FOI FEITA PELO JORNALISTA BRUNO LOURENÇO: Téc: (Bruno/Tuma/Marina – D31/Fx 27) O dia 18 de maio foi escolhido pela autora do projeto, deputada Rita Camata, por lembrar o desaparecimento de uma menina de oito anos de idade na cidade de vitória, em 73. A menina, Aracéli Cabrera Sanches, foi encontrada morta alguns dias mais tarde, repleta de marcas de violência sexual. O crime, apesar de chocar o país, ficou impune. A senadora Marina Silva diz que uma data nacional tem o poder de chamar a atenção da sociedade e dos meios de comunicação para esses problemas. Sen: É uma data em que você vai ter uma mobilização de toda a sociedade contra uma prática que é agressiva a todos nós, que é a exploração sexual de menores, de crianças e de adolescentes. LOC: EM JANEIRO, O VAZAMENTO DE 500 MIL LITROS DE ÓLEO DA REFINARIA DUQUE DE CAXIAS NA BAÍA DE GUANABARA FOI CONSIDERADO UMA CATÁSTROFE AMBIENTAL. O ÓLEO ATINGIU MANGUEZAIS E PREJUDICOU ATIVIDADES PESQUEIRAS DE VÁRIAS REGIÕES. O ENTÃO PRESIDENTE DA PETROBRÁS, HENRIQUE PHILIPPE, FOI OUVIDO PELO SENADO NO DIA DOIS DE FEVEREIRO, PARA EXPLICAR OS MOTIVOS DO VAZAMENTO. LOC: E NO DIA 12 DE JUNHO, TODO O BRASIL ACOMPANHOU O SEQUESTRO DO ÔNIBUS DA LINHA 174 NO RIO DE JANEIRO. O CRIME, QUE TERMINOU COM A MORTE DE DUAS PESSOAS, FOI SUFICIENTE PARA FORTALECER EM PLENÁRIO, O DEBATE SOBRE A VIOLÊNCIA NO BRASIL. LOC: O PRESIDENTE DO SENADO NA ÉPOCA, ANTÔNIO CARLOS MAGALHÃES, CRITICOU A ATUAÇÃO DA POLÍCIA E VOLTOU A DEFENDER A PRESENÇA DAS FORÇAS ARMADAS NAS RUAS. A MATÉRIA FOI LEVADA AO AR PELA REPÓRTER NARA FERREIRA: Téc: (Nara/ACM – C34/Fx 23) Rep: Antônio Carlos Magalhães voltou a defender a presença das Forças Armadas nas ruas, ou o aumento do contingente policial, para combater a violência. E criticou a atuação da polícia no Rio de Janeiro, no seqüestro que terminou com a morte de uma professora, refém, e do seqüestrador. Sen: Eu acho que a polícia foi lenta. Ao contrário do que muitos pensam, acho que foi lenta. Por que não se treina os policiais, por que não se diminui contingentes militares, já que não há guerra, para aumentar o contingente da Polícia Federal? São providências imediatas. Agora, ficar com tudo isso como está, sem que haja providência concreta, as autoridades amanhã vão pagar preço mais alto. LOC: EM JUNHO DE 2000, O BRASIL VIU PELA PRIMEIRA VEZ A CASSAÇÃO DO MANDATO DE UM SENADOR. LUIZ ESTEVÃO FOI AFASTADO, ACUSADO DE QUEBRA DE DECORO PARLAMENTAR. AS PRIMEIRAS DENÚNCIAS CONTRA ELE SURGIRAM NA CPI DO JUDICIÁRIO NO ANO ANTERIOR, E SE FORTALECERAM QUANDO ESTEVÃO FOI ACUSADO DE SER O DONO DA INCAL, EMPRESA ACUSADA DE SUPERFATURAR A OBRA DO TRT DE SÃO PAULO. LOC: A RÁDIO SENADO APRESENTOU NAQUELA OPORTUNIDADE UMA REPORTAGEM FEITA PELO JORNALISTA MAURÍCIO DE SANTI: Segundo o relatório de Paulo Souto, Luiz Estevão não conseguiu explicar a origem de 34 milhões de dólares transferidos da conta do grupo Monteiro de Barros para o grupo OK. O relator Paulo Souto disse que foi uma surpresa descobrir o envolvimento de um parlamentar com a obra do fórum. Sen: O nosso objetivo na CPI foi fazer as investigações com relação às empresas que participaram daquela obra de São Paulo. Entretanto, as evidências foram surgindo e a Comissão de Ética acabou por ter este fato sob o seu julgamento. E o resultado foi o resultado conhecido. LOC: EM OUTUBRO FOI INSTALADA UMA COMISSÃO PARLAMENTAR DE INQUÉRITO PARA INVESTIGAR SONEGAÇÃO DE IMPOSTOS E VÁRIAS IRREGULARIDADES EM CONTRATOS, ENVOLVENDO CLUBES DE FUTEBOL, TÉCNICOS, JOGADORES E A EMPRESA AMERICANA NIKE. LOC: A COMISSÃO OUVIU MAIS DE CEM PESSOAS, ENTRE ELAS, O EX-TÉCNICO DA SELEÇÃO BRASILEIRA, VANDERLEI LUXEMBURGO. ELE SE DEFENDEU DA ACUSAÇÃO DE LEVAR VANTAGEM NA CONTRATAÇÃO DE JOGADORES E DISSE QUE OUVIA MUITAS SUGESTÕES. LOC: EM DOIS MIL UM DOS GRANDES DESTAQUES NA PROGRAMAÇÃO MUSICAL FOI A CANTORA MARISA MONTE, AMOR I LOVE YOU. VINHETA ENCERRAMENTO: RÁDIO SENADO - 20 ANOS

Parte 4
07:11

Transcrição VINHETA DE ABERTURA: LOC: O INÍCIO DOS ANOS DOIS MIL FORAM INTENSOS. DOIS MIL E UM FICOU MARCADO NA HISTÓRIA MUNDIAL COM O ATAQUE TERRORISTA ÀS TORRES GÊMEAS, EM NOVA IORQUE, EM 11 DE SETEMBRO. LOC: NO SENADO FEDERAL, OUTRO ASSUNTO. APÓS INVESTIGAÇÕES, DESCOBRIU-SE QUE OS PAINÉIS DE VOTAÇÃO FORAM VIOLADOS. LOC: NAQUELE ANO A COMISSÃO DE INFRAESTRUTURA DECIDIU PROMOVER AUDIÊNCIA PÚBLICA, COM A PRESENÇA DOS PRESIDENTES DA PETROBRÁS E DA AGÊNCIA NACIONAL DE PETRÓLEO, PARA DISCUTIR OS CONSTANTES ACIDENTES OCORRIDOS NA EMPRESA. JOSÉ CARLOS SIGMARINGA APRESENTOU UMA REPORTAGEM SOBRE O ASSUNTO: téc: (sig/alencar – c50/fx 23) o presidente da comissão de infra-estrutura, senador josé alencar, considera que a imprevidência nacional em todos os setores tem sido muito alta. ele explicou que o objetivo da reunião será contribuir para resolver os problemas que estão provocando acidentes sucessivos na petrobrás. sen: nós vamos ouví-los, nos informar e procurar levar a força do senado para decisões que sejam inadiáveis, no sentido de que esses problemas sejam resolvidos. nós não podemos aceitar de forma alguma que continue acontecendo tanto desastre assim, porque pode ser até uma desvalorização brutal da própria empresa. LOC: EM 2002 LULA FOI ELEITO PRESIDENTE DA REPÚBLICA PELA PRIMEIRA VEZ E O BRASIL SAGROU-SE PENTACAMPEÃO MUNDIAL DE FUTEBOL. LOC: NA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA DO SENADO, UM DOS PROJETOS APROVADOS, DEFINIA QUE VINTE POR CENTO DAS VAGAS EM UNIVERSIDADES E NO SERVIÇO PÚBLICO, DEVERIAM SER OCUPADAS PREFERENCIALMENTE POR NEGROS E MULATOS. A MATÉRIA FOI APRESENTADA POR JOSÉ SARNEY E RELATADA POR SEBASTIÃO ROCHA. A REPORTAGEM FOI DE BEATRIZ MENDONÇA: tec (bia / sebastião rocha / md d-75 / fx 52 / t: 1’31’’) caso o numero de candidatos negros e mulatos não seja suficiente para preencher os vinte por cento das vagas, ou ainda, se essas pessoas não atingirem a nota mínima exigida nos concursos, as vagas poderão ser preenchidas pelos outros concorrentes. sebastião rocha deixa claro, também, que não haverá provas diferentes para brancos e negros. (sebastião rocha) nós não estamos pretendendo que haja um vestibular para brancos e um vestibular para negros. é um vestibular só, sendo que os brancos disputam 80 por cento das vagas e os negros, além de estarem também nessa disputa dos 80 por cento das vagas, vão disputar aí entre si os vinte por cento. LOC: OS ESTADOS UNIDOS INVADIRAM O IRAQUE, EM 2003, DANDO INÍCIO A UM CONFLITO QUE DUROU MAIS DE 10 ANOS. LOC: AQUI NO SENADO, DEPOIS DE MAIS DE 20 ANOS EM DISCUSSÃO NO CONGRESSO, O NOVO CÓDIGO CIVIL ENTROU EM VIGO. UMA DAS PRINCIPAIS MUDANÇAS DO TEXTO FOI A REDUÇÃO DA MAIORIDADE CIVIL DE 21 PARA 18 ANOS. LOC: NO MESMO ANO HOUVE A SANÇÃO DO ESTATUTO DO DESARMAMENTO, QUE DETERMINAVA UMA PENA DE 2 A 4 ANOS PARA QUEM SAÍSSE PELAS RUAS COM ARMAS DE FOGO SEM AUTORIZAÇÃO. NA RÁDIO SENADO, QUEM TROUXE A INFORMAÇÃO FOI O REPÓRTER MAURÍCIO DE SANTI. TÉC (MAURÍCIO – C114 /Fx 07 T 1’44): // CORTE // Também o relator do Estatuto do Desarmamento, senador César Borges, do PFL baiano, acha que a nova lei vai ajudar a diminuir a violência no país. Ele saudou o empenho do Congresso na aprovação da proposta: (CÉSAR BORGES): ‘é um avanço o congresso nacional tanto a câmara dos deputados e essencialmente o senado contribuíram muito para que hoje o estatuto do desarmamento seja um motivo de expectativa favorável de ser um elemento que trará com certeza menos violência para o país. (MAURÍCIO): Em outubro de 2005, a população será chamada a decidir se proíbe de vez o comércio de armas no Brasil. A proibição é prevista pelo estatuto, desde que apoiada pelo voto popular. // CORTE // LOC: UM TSUNAMI QUE ATINGIU PAÍSES DA ASIA E AFRICA MATOU MAIS DE 226 MIL PESSOAS, EM 2004. NO BRASIL UM FURACÃO ATINGIU OS ESTADOS DO RIO GRANDE DO SUL E SANTA CATARINA. LOC: NO MESMO ANO FOI APROVADA PELO SENADO A LEI DE BIOSSEGURANÇA, QUE LIBEROU O PLANTIO E A COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS TRANSGÊNICOS, ALÉM DE PESQUISAS COM CÉLULAS-TRONCO, COMO INFORMOU NA ÉPOCA A REPÓRTER NARA FERREIRA. TÉC: (NARA – 1’35” ) Ao contrário do projeto da Câmara, o texto do Senado permite a pesquisa com as chamadas células-tronco, mas mantém a proibição da “clonagem terapêutica”, que é a reprodução de células embrionárias propositalmente para pesquisa ou tratamento. E só as células já em estoque há mais de três anos poderão ser utilizadas///CORTE/// Na opinião do senador Flávio Arns, do PT paranaense, a lei de Biossegurança vai contra o Código Civil e é inconstitucional por dois motivos: envolve, num só texto, dois assuntos distintos – transgênicos e pesquisas embrionárias. E também porque fere o direito à vida: (Arns) Por que do direito à vida? Porque o código civil assegura o direito do nascituro desde a concepção, não é a igreja, mas é o código civil, o direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e a propriedade. Portanto esta lei é ilegal. LOC: AS OLIMPÍADAS DE ATENAS MARCARAM 2004. NELAS O ESPORTE BRASILEIRO TEVE A SEGUNDA MAIOR PREMIAÇÃO DA HISTÓRIA DO PAÍS ATÉ ENTÃO. O BRASIL TERMINOU OS JOGOS COM DEZ MEDALHAS; CINCO DE OURO, DUAS DE PRATA E TRÊS DE BRONZE. LOC: EM 2004, UM DOS GRANDES DESTAQUES NA PROGRAMAÇÃO MUSICAL DA RÁDIO SENADO FOI A CANTORA RITA LEE, AMOR E SEXO. VINHETA ENCERRAMENTO: RÁDIO SENADO - 20 ANOS

Parte 5
07:17

Transcrição LOC: EM 2007 A RÁDIO SENADO COMPLETOU 10 ANOS DE EXISTÊNCIA. NAQUELE ANO FOI INICIADO UM PLANO DE EXPANSÃO QUE CHEGOU, ATUALMENTE, A NOVE EMISSORAS, EM ESTADOS DO NORTE, NORDESTE E CENTRO-OESTE. LOC: TAMBÉM EM 2007 A RÁDIO AGÊNCIA JÁ REGISTRAVA NÚMEROS IMPORTANTES: ERAM CERCA DE MIL CONVENIADAS QUE ACESSAVAM OS PRODUTOS DA EMISSORA. EM 2007 FORAM MAIS DE 1,1 MILHÃO DOWNLOADS. LOC: NO MESMO ANO AS TRABALHADORAS DE EMPRESAS PRIVADAS CONQUISTARAM O DIREITO À LICENÇA MATERNIDADE DE SEIS MESES. LOC: A INFORMAÇÃO FOI CONFIRMADA PELA REPÓRTER PATRÍCIA NOVAES: TÉC: O relator da matéria, senador Paulo Paim, do PT do Rio Grande do Sul acatou as cinco emendas propostas pelos senadores. Uma delas estende o direito às mães adotantes e a outra autoriza as empresas públicas a aderirem ao programa. A senadora Patrícia Saboya disse que além da importância do leite materno para a formação das crianças o fortalecimento do laço afetivo entre mães e filhos é fundamental para o desenvolvimento infantil. (Patrícia Saboya) – Nós sabemos que o leite materno é a melhor vacina que existe no planeta, nós sabemos disso mas ao mesmo tempo o que nós queremos é provar que o afeto, que o fortalecimento do laço afetivo é o verdadeiro responsável pelo desenvolvimento das crianças. LOC: OUTRO AVANÇO IMPORTANTE NOTICIADO EM 2007 FOI A APROVAÇÃO DO PROJETO QUE PERMITIU AOS JUÍZES DAS VARAS DE FAMÍLIA DECIDIR SOBRE A GUARDA COMPARTILHADA DOS FILHOS NAS SEPARAÇÕES E DIVÓRCIOS. LOC: QUEM TROUXE A INFORMAÇÃO FOI O REPÓRTER ROGÉRIO DY LA FUENTE. téc: (1023v15/1023a06 – 1’37”- rogerio/demóstenes/tuma –trata-se da guarda compartilhada pelo pai e pela mãe e a justificativa para a aprovação do projeto é dada pelo senador demóstenes torres, do democratas de goiás, que foi o relator da matéria na comissão de constituição e justiça e apresentou o texto substitutivo. (1023demóstenes_guarda) “justamente porque muitos pais, especialmente do sexo masculino, acabam simplesmente pagando uma pensão e se desinteressando completamente pela vida do seu filho. então, esse projeto, faz com que a partir desse momento os pais sejam solidários na educação, nas cautelas de saúde, para acompanhar o desenvolvimento físico e mental de toda a sua prole.” LOC: E, JÁ NO FINAL DAQUELE ANO O BRASILEIRO SOUBE QUE NÃO TERIA MAIS DE PAGAR UMA ALÍQUOTA DE 0,38% TODA A VEZ QUE FIZESSE UMA TRANSFERÊNCIA BANCÁRIA, - EMITISSE CHEQUE OU USASSE O CARTÃO DE DÉBITO. LOC: A INFORMAÇÃO FOI APRESENTADA AOS OUVINTES DA RÁDIO SENADO NA MANHÃ DO DIA 14 D DEZEMBRO PELO REPÓRTER ADRIANO FARIA: REP: Exatamente a 1 hora e seis minutos desta quinta-feira o senador Garibaldi Alves Filho deu início a votação: Garibaldi: Em votação o artigo segundo da PEC 89/2007 que trata da CPMF. Rep. O Plenário ficou em suspense por 5 minutos e a 1 hora e onze foi proclamado o resultado. 45 votos a favor, 34 contra. Por 4 votos o governo deixou de aprovar o importo do cheque, que deixará de ser cobrado a partir do próximo dia primeiro. LOC: EM 2007, UM DOS GRANDES DESTAQUES NA PROGRAMAÇÃO MUSICAL DA RÁDIO SENADO FOI A CANTORA MARIA RITA, TÁ PERDOADO.

Parte 6
04:52

Transcrição VINHETA DE ABERTURA LOC: O ANIVERSÁRIO DE 15 ANOS DA RÁDIO SENADO FOI COMEMORADO EM JANEIRO DE 2012. NAQUELE ANO O PLANO DE EXPANSÃO JÁ CONTAVA COM EMISSORAS EM NATAL, CUIABÁ, FORTALEZA, RIO BRANCO, TERESINA E MANAUS. LOC: ASSUNTO QUE CAUSOU POLÊMICA NO PAÍS NAQUELE ANO FOI O PROJETO DE REFORMA DO CÓDIGO FLORESTAL, APROVADO DEPOIS DE 13 ANOS EM ANÁLISE NO CONGRESSO NACIONAL. A INFORMAÇÃO FOI APRESENTADA NA RÁDIO SENADO PELA REPÓRTER LARISSA BORTONI. téc (0925v12 - larissa/j.viana/l.henrique/e.braga - 1'50") - a questão de maior polêmica é o tamanho das áreas de preservação permanente em torno dos rios. o texto aprovado pelos senadores prevê que a recomposição da app em propriedades rurais nas quais há atividade econômica anterior a 22 de julho de 2008 será menor para os imóveis maiores. além disso, o replantio poderá ser feito com árvores frutíferas. para o senador jorge viana, do pt do acre, o código florestal não trata só do meio ambiente e da floresta. (jv) ele trata essencialmente também de uso da terra. de legalidade nas propriedades. e não custa repetir, que um dos mais importantes ativos econômicos do brasil é o seu agronegócio, é a sua produção agropecuária. é disso que nós estamos falando. LOC: TAMBÉM EM 2012 ACONTECEU A RIO+20. NA AVALIAÇÃO DOS SENADORES QUE ACOMPANHARAM O EVENTO, O SALDO FOI POSITIVO. MAS, ELES ADMITIRAM QUE AS CONQUISTAS DA CONFERÊNCIA PODERIAM TER SIDO MAIS AUDACIOSAS. LOC: NARA FERREIRA FOI A REPÓRTER. téc: entre os senadores que acompanharam a conferencia da onu, o balanço dos dez dias da rio+20 foi positivo, mas com ressalvas. para o presidente da comissão de relaçoes exteriores, senador fernando collor, do ptb de alagoas, o documento final ficou aquém do esperado - mas ele apontou também avanços significativos: (collor me deixou muito feliz porque impugnei para que nesse documento ficasse explícito o principio do nao retrocesso, que está inserido no direito humanitário, e isso está incluído, é um ponto importantíssimo, está incluído também no documento final da rio mais vinte. LOC: TAMBÉM EM 2012 FOI APROVADO PROJETO QUE ESTABELECEU COTAS DE 50 POR CENTO PARA INGRESSO DE ALUNOS DE ESCOLAS PÚBLICAS EM UNIVERSIDADES FEDERAIS. LARISSA BORTONI FOI A REPÓRTER. TÉC: O projeto reserva metade das vagas em universidades e escolas técnicas federais para alunos que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas. Além disso, dentro dos 50% devem ser designadas vagas para negros, pardos e índios, com base na proporção destes grupos em cada estado, segundo os dados do último censo do IBGE. ////corte//// O senador Walter Pinheiro, do PT da Bahia, disse que o projeto faz justiça social e que já recebeu inclusive manifestação favorável do Supremo Tribunal Federal. (WP) Já sobejamente bem discutida nesta casa, com uma posição uma matéria até já definida na sua chamada etapa inicial pela suprema corte desse país, e é uma forma de na realidade caminharmos na direção do atendimento para milhões e milhões de brasileiros que precisam nesse momento conhecer inclusive a lógica da reparação. LOC: EM ABRIL DE 2012 A RÁDIO SENADO SUBSTITUI AS CONSOLES ANALÓGICAS DE SEUS ESTÚDIOS POR CONSOLES DIGITAIS UTILIZANDO A TECNOLOGIA DE ÁUDIO SOBRE IP. DESSA FORMA, TODOS OS ÁUDIOS DA EMISSORA SÃO DIGITALIZADOS E TRAFEGAM EM UMA REDE DEDICADA, ESTANDO DISPONÍVEIS PARA SEREM VEICULADOS OU GRAVADOS NAS CONSOLES DE ÁUDIO DOS ESTÚDIOS. LOC: EM 2012, UM DOS GRANDES DESTAQUES NA PROGRAMAÇÃO MUSICAL DA RÁDIO SENADO FOI O CANTOR CAETANO VELOSO, ABRAÇAÇO.

TÓPICOS:
Acre  Adolescentes  Agronegócio  Alagoas  Alimentos  Bahia  Câmara dos Deputados  Câncer  Clubes de Futebol  Código Civil  Comércio  Comissão Parlamentar de Inquérito  Comissões  Comunicação  Congresso Nacional  Constituição  CPI  CPMF  Crimes Hediondos  Democracia  Desarmamento  Desenvolvimento  Educação  Empresas  Ensino Médio  Escolas  Esporte  Estados  Estados Unidos  Família  Fernando Henrique Cardoso  Forças Armadas  Futebol  Goiás  Guarda Compartilhada  História  IBGE  Infraestrutura  Jornalismo  José Sarney  Judiciário  Juízes  Justiça  Licença-Maternidade  Lula  Maternidade  Medicina  Meio Ambiente  Meios de Comunicação  Menores  Michel Temer  Moradia  Música  Olimpíadas  Petróleo  Polícia Federal  Presidente da República  Previdência  PT  Rádio Senado  Rede  Rio+20  Rio de Janeiro  Rio Grande do Sul  Santa Catarina  São Paulo  Saúde  Segurança  Senado Federal  Senador Fernando Collor  Senador Garibaldi Alves  Senador Garibaldi Alves Filho  Senador Jorge Viana  Senador Paulo Paim  Senador Walter Pinheiro  Serviço Público  Supremo Tribunal Federal  SUS  Tecnologia  Trabalho  Transgênicos  Transparência  Violência 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11