Grã-Cruz

Toffoli recebe homenagem do Congresso Nacional pela atuação à frente do STF

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, recebeu nesta quarta-feira (9) a Grã-Cruz da Ordem Congresso Nacional. A honraria foi concedida por méritos pessoais e profissionais, como a atuação para o fortalecimento da independência e harmonia dos Poderes. Toffoli deixa a presidência do Supremo nesta quinta-feira (10), quando toma posse o ministro Luiz Fux. O presidente do Congresso Nacional, Davi Alcolumbre, destacou o diálogo constante promovido por Dias Toffoli, a quem considera um guardião da Constituição Federal. A reportagem é de Marcella Cunha.

09/09/2020, 14h31 - ATUALIZADO EM 09/09/2020, 15h16
Duração de áudio: 02:33
Foto: Marcos Brandão/Senado Federal

Transcrição
LOC: O PRESIDENTE DO STF, DIAS TOFFOLI, FOI HOMENAGEADO COM A MEDALHA GRÃ-CRUZ, A MAIS ELEVADA HONRARIA DO CONGRESSO NACIONAL. LOC: TOFFOLI DEIXA A PRESIDÊNCIA DO SUPREMO NESTA QUINTA-FEIRA QUANDO SERÁ SUBSTITUÍDO PELO MINISTRO LUIZ FUX. A REPORTAGEM É DE MARCELLA CUNHA (Repórter) O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, recebeu a medalha Grã-Cruz, a maior condecoração do Congresso Nacional. Toffoli foi o ministro mais jovem a tomar posse no STF e também o mais novo a assumir a presidência da Corte. Ele deixa o comando da corte nesta quinta-feira, quando toma posse o ministro Luiz Fux. A honraria foi motivada pelos méritos pessoais e profissionais de Toffoli e relevantes serviços prestados à nação no fortalecimento da independência e harmonia dos Poderes. O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, que é o Grão-Mestre da Ordem do Mérito do Congresso Nacional, chamou Toffoli de guardião da Constituição Federal e disse que o diálogo constante foi a marca registrada dele. (Davi Alcolumbre) Presidir a mais alta corte da nação é tarefa complexa que exige fibra, que exige coragem, mas também equilíbrio, maturidade institucional, diálogo constante e entendimento com outros Poderes da República. Princípios, reconheço publicamente, que o ministro Dias Toffoli carregou durante toda sua presidência à frente do Supremo Tribunal Federal. (Repórter) Para Alcolumbre, Toffoli deixou como legado um Supremo robusto, fortalecido e progressista. Ele pediu que o ministro siga de cabeça erguida pois adotou a postura corajosa de grandes líderes quando a nação estava assustada em meio a ‘tanta desinformação’. Toffoli autorizou a abertura do inquérito das Fake News, para investigar ameaças a membros da própria corte. A apuração foi contestada por ter sido instituída sem a provocação da Procuradoria-Geral da República. Durante seu discurso de agradecimento, ele afirmou que o Congresso se manteve resoluto na defesa da democracia. (Dias Toffoli) Não se envergou, sobretudo diante dos sérios ataques às instituições democráticas e republicanas ocorridos nos últimos anos. E não só às instituições, mas a cada um de nós. Sabemos foram ataques às nossas pessoas, e nossas famílias não foram ataques a nós, foram ataques às instituições, e mais, ataque à democracia, ataque ao estado democrático de direito, que não se pode tolerar. (Repórter) A Grã-cruz pode ser concedida a chefes de estado, chefes de Governo, ao Vice-Presidente da República, Presidente do Supremo Tribunal Federal, caso de Toffoli, e personalidades de hierarquia equivalente.

Ao vivo
00:0000:00