Soberania e narcotráfico são as duas principais preocupações na Amazônia, afirma comandante do Exército


0fada648-65e3-4b39-9c72-1d04b1972534

128,135

4.103.111

LOC: SOBERANIA E NARCOTRÁFICO SÃO HOJE AS DUAS PRINCIPAIS PREOCUPAÇÕES DOS MILITARES NA AMAZÔNIA, AFIRMOU NO SENADO O COMANDANTE DO EXÉRCITO, GENERAL EDUARDO DIAS DA COSTA VILLAS BÔAS. LOC: ELE PARTICIPOU NESTA QUINTA-FEIRA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA NA COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DEFESA NACIONAL SOBRE AMAZÔNIA E CONTROLE DE FRONTEIRAS. REPÓRTER NARA FERREIRA: TÉC: O comandante do Exército, general Eduardo Villas Boas, citou o que chamou de déficit de soberania e combate ao narcotráfico como as duas principais preocupações dos militares na região amazônica hoje. Destacou que é preciso atenção com algumas ONGs internacionais. E citou o plano da Colômbia, a ser apresentado na COP 21 em Paris, em novembro, para criação de um corredor ecológico na Amazônia. Ele explicou que 830 mil quilômetros quadrados, 62 por cento deles no Brasil, seriam preservados para deter as mudanças climáticas. E no caso do Brasil, haveria o congelamento da possibilidade de exploração de cerca de 23 trilhões de dólares em recursos naturais. (VILAS BOAS) Esse déficit de soberania, esse processo todo é como combater fantasmas, a gente não sabe de onde o que são o que fazem quais são os objetivos, mas o resultado geral a gente pode verificar (REPÓRTER) De acordo com o general Villas Boas, a Amazônia já é um corredor do narcotráfico e o Brasil se tornou o segundo maior consumidor mundial de cocaína. E lembrou que a Amazônia faz fronteira com os três maiores produtores de cocaína do mundo: Colômbia, Peru e Bolívia. (VILLAS BOAS) Já foi detectada a presença de cartéis mexicanos aqui na Colômbia e Peru. O cartel mexicano tem um modus-operandi extremamente violento e essa violência já começa a transbordar para nosso lado. (REPÓRTER) O presidente da Comissão, senador Aloysio Nunes, do PSDB de São Paulo destacou que a preservação e o desenvolvimento da Amazônia exige uma atuação conjunta dos mais diferentes órgãos do estado. (ALOYSIO) pra nós é um momento importante de obtermos informações e compartilharmos as reflexões do general Villas Boas, para que essa comissão de relações exteriores e defesa nacional seja um órgão impulsionador de uma política nacional para a Amazônia. (REPÓRTER) O comandante do Exército pediu prioridade ao Sisfrom, o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - cuja instalação, iniciada em 2010, sofrerá atraso de mais de dez anos, devido aos cortes orçamentários. Da Rádio Senado, Nara Ferreira.
Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11