Covid-19

Ministro da Cidadania pode ter que explicar demora no pagamento de auxílio

02:08Ministro da Cidadania pode ter que explicar demora no pagamento de auxílio

Transcrição LOC: SENADORES COBRAM DO GOVERNO A SANÇÃO DE PROJETO PARA PAGAMENTO IMEDIATO DO AUXÍLIO EMERGENCIAL. LOC: SENADO QUER QUE MINISTRO DA CIDADANIA EXPLIQUE NUMA SESSÃO REMOTA COMO O DINHEIRO CHEGARÁ AOS BENEFICIÁRIOS. REPÓRTER HÉRICA CHRISTIAN TÉC: O líder do PDT, senador Weverton do Maranhão, apresentou um requerimento para ouvir o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, sobre o pagamento do auxílio-emergencial de R$ 600 para trabalhadores informais e mães chefes de família. O governo ainda não anunciou oficialmente como será feito o repasse para quem tem direito. Ao destacar a rapidez da Câmara e do Senado para aprovar o benefício a ser pago por três meses, o senador Weverton quer que o ministro compareça a uma sessão remota do Senado para detalhar como o dinheiro vai chegar às mãos de quem precisa. (Weverton) Total falta de planejamento governo. Até o momento não sabe como fazer. Pela imprensa, o ministro Onyx anuncia que será dia 16 de abril em diante para os que estão no Cadastro Único e os que não estão serão os últimos. Ou seja, a fome, a necessidade, elas não têm prazo e já estão acontecendo nas famílias. Estamos convocando o ministro, e vai ser transformado em convite, para que ele venha ao Congresso esclarecer e dar as informações que todos estão querendo saber. REP: O líder do governo, senador Fernando Bezerra Coelho, do MDB de Pernambuco, ressaltou que o Palácio do Planalto está empenhado em fazer o pagamento. Mas ponderou que ainda há uma dificuldade já que o governo não sabe quem são os trabalhadores autônomos e informais ao citar que os beneficiários do Bolsa Família e os que estão no Cadastro Único poderão receber a partir do dia 16 de abril. (Bezerra) Temos vários desafios a serem vencidos. Mas se pudermos fazer em uma semana, ótimo. Eu só pediria a compreensão de que não haja dúvida de que o presidente da República e o seu governo estão empenhados para que as medidas possam chegar o mais rápido possível para o atendimento às famílias brasileiras que estão sendo afetadas pela crise do coronavírus. REP: O requerimento de convite ao ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, ainda precisa ser votado pelo Plenário do Senado. Da Rádio Senado, Hérica Christian. Requerimento 163/2020

O senador Weverton (PDT-MA) apresentou um requerimento para o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, explicar como será feito o pagamento dos R$ 600 do auxílio emergencial. Ele argumentou que o Congresso Nacional foi rápido na aprovação do benefício, mas que até agora o governo não detalhou como o dinheiro chegará a quem tem direito à ajuda por 3 meses. Já o líder do governo, senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), admitiu dificuldades para fazer o pagamento aos profissionais autônomos que não estão inscritos no Bolsa Família nem no Cadastro Único. O requerimento ainda precisa ser votado pelo Plenário.  As informações são da repórter Hérica Christian.

TÓPICOS:
Bolsa Família  Cidadania  Congresso Nacional  Coronavírus  covid-19  Família  Imprensa  Maranhão  MDB  PDT  Pernambuco  Plenário do Senado  Presidente da República  Senador Fernando Bezerra Coelho 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo