Pandemia

Senadores querem destinar recursos do Fundo Eleitoral ao combate à covid-19

02:03Senadores querem destinar recursos do Fundo Eleitoral ao combate à covid-19

Transcrição LOC: CERCA DE TRÊS BILHÕES DE REAIS DO FUNDÃO ELEITORAL E DO FUNDO PARTIDÁRIO PODERÃO SER APLICADOS PARA ENFRENTAR OS EFEITOS DA COVID-19. LOC: PROJETOS DE LEI APRESENTADOS POR SENADORES DESTINAM O DINHEIRO DESSES FUNDOS PARA REFORÇAR A SAÚDE E A ECONOMIA DURANTE A PANDEMIA. REPORTAGEM DE IARA FARIAS BORGES. TÉC: O Orçamento de 2020 reserva dois bilhões de reais ao Fundo Especial de Financiamento de Campanhas, o chamado Fundão Eleitoral. Projeto de lei do senador Lasier Martins, do Podemos gaúcho, destina esse dinheiro para aplicação na saúde e nos efeitos econômicos causados pela covid-19. A ideia é prevenir o contágio do coronavírus, atender os doentes e socorrer as pessoas que, impedidas de trabalhar, não têm como sobreviver. Lasier pediu a rápida aprovação da matéria para minimizar os problemas causados pela pandemia. (Lasier Martins): “Estou propondo aquilo que é também uma aspiração, um desejo, uma proposta da sociedade brasileira, nesta época em que precisamos carrear todos os recursos possíveis para o combate a esta pandemia. O aproveitamento dos dois bilhões, que são mais urgentes, mais importantes, nesta época, do que para o fundo eleitoral e sim para o fundo do socorro das pessoas que sofrem com essa pandemia”. (Rep): Além do Fundo eleitoral, também poderá ser usado na crise o Fundo Especial de Assistência Financeira aos Partidos Políticos, o Fundo Partidário, que tem cerca de um bilhão de reais. Segundo proposta do senador Randolfe Rodrigues, da Rede Sustentabilidade do Amapá, quando a OMS, Organização Mundial da Saúde, declarar situação de pandemia, como a crise atual, todos os recursos dos dois fundos - o eleitoral e o partidário - serão investidos em ações de saúde e na economia. Randolfe apresentou emenda à Medida Provisória que destina crédito extraordinário ao combate do coronavírus, mas foi aprovada apenas a do Fundo Eleitoral. E um projeto do senador Alessandro Vieira, do Cidadania de Sergipe, autoriza os partidos políticos a doarem os recursos desses fundos para ações de enfrentamento de emergências de saúde pública, de calamidade pública ou de desastres naturais. - PL 1.123/2020 - PL 772/2020 - MP 924/2020 - PL 870/2020

Cerca de R$ 3 bilhões do Fundo Especial de Financiamento de Campanhas, o chamado Fundão Eleitoral, e do Fundo Especial de Assistência Financeira aos Partidos Políticos, o Fundo Partidário, podem ser destinados ao enfrentamento da covid-19 na saúde e na economia. Proposta do senador Lasier Martins (Pode-RS) permite a destinação dos R$ 2 bilhões do Fundão Eleitoral para combater e prevenir a pandemia da covid-19 e seus efeitos econômicos e sociais (PL 1123/20). Já os projetos dos senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Alessandro Vieira (Cidadania-SE), além do Fundão Eleitoral, destinam cerca de R$ 1 bilhão do Fundo Partidário ao combate da pandemia (PL 772/2020 e PL 870/2020). A reportagem é de Iara Farias Borges, da Rádio Senado.

TÓPICOS:
Amapá  Cidadania  Coronavírus  covid-19  Crédito  Desastres naturais  Economia  Fundo Partidário  Medida Provisória  Orçamento  Organização Mundial da Saúde  Partidos  Podemos  Rede  Rede Sustentabilidade  Saúde  Saúde Pública  Senador Alessandro Vieira  Senador Lasier Martins  Senador Randolfe Rodrigues  Sergipe  Sustentabilidade 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo