Coronavírus

Senadores defendem suspensão do pagamento de consignados por idosos

01:36Senadores defendem suspensão do pagamento de consignados por idosos

Transcrição LOC: O PAGAMENTO DE CONSIGNADOS FEITOS POR IDOSOS DEVERIA SER SUSPENSO DURANTE A CALAMIDADE PÚBLICA PROVOCADA PELA COVID-19. LOC: É O QUE PENSAM OS SENADORES PLÍNIO VALÉRIO, DO PSDB DO AMAZONAS, E OTTO ALENCAR, DO PSD DA BAHIA. A REPORTAGEM É DE BRUNO LOURENÇO: (Repórter) Plínio Valério tentou incluir a suspensão da cobrança das parcelas de empréstimos consignados para pessoas maiores de 60 anos durante a discussão do projeto que criou o auxílio-emergencial do coronavírus. A emenda, no entanto, não foi acatada, o que gerou protestos do senador do PSDB do Amazonas. (Plínio Valério) A gente não conseguir incluir milhões de idosos que são roubados por banqueiros! O Banco Central anuncia R$1,2 trilhão no mercado para ajudar banqueiro. E a gente não é capaz de ajudar os idosos que são roubados com seus créditos consignados – roubados! (Repórter) Já o senador Otto Alencar, do PSD da Bahia, apresentou projeto de lei para suspender a cobrança dos financiamentos com garantia em folha de pagamento de aposentados. Até quatro parcelas com vencimento para este período de calamidade pública poderiam ficar para depois, sem multas, taxas, juros ou outros encargos. (Otto Alencar) Os aposentados tomam recursos emprestados por várias empresas a juros altos. E agora é o momento de se apreciar isso para que, pelo menos no período da calamidade, não sejam feitos esses descontos por várias empresas que são milionárias, que financiam clubes de futebol com recursos, com lucros altíssimos, neste momento. (Repórter): Plínio Valério e Otto Alencar dizem que, por conta da pandemia da covid-19, idosos estão às voltas com novas despesas, como a necessidade de álcool em gel e a entrega de produtos ou alimentação em casa. PL 1328/2020

O pagamento de consignados feitos por idosos deveria ser suspenso durante a calamidade pública provocada pela covid-19 (PL 1328/2020). É o que pensam os senadores Plínio Valério, do PSDB do Amazonas, e Otto Alencar, do PSD da Bahia. Plínio Valério e Otto Alencar dizem que, por conta da pandemia, idosos estão às voltas com novas despesas, como a necessidade de álcool em gel e a entrega de produtos ou alimentação em casa. A reportagem é de Bruno Lourenço.

TÓPICOS:
Amazonas  Aposentados  Bahia  Banco Central  Clubes de Futebol  Coronavírus  covid-19  Empresas  Encargos  Futebol  Idosos  Juros  PSD  PSDB  Senador Otto Alencar  Senador Plínio Valério 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo