Debate

Senadores defendem mudanças estruturais para corrigir problemas na educação brasileira

02:19Senadores defendem mudanças estruturais para corrigir problemas na educação brasileira

Transcrição LOC: SENADORES DEFENDEM MODERNIZAÇÃO DO MODELO EDUCACIONAL BRASILEIRO. LOC: O DEBATE ACONTECEU DURANTE A SESSÃO PLENÁRIA DESTA QUARTA-FEIRA. A REPORTAGEM É DE LARA KINUE. TÉC: Em plenário, os senadores afirmaram que o modelo de ensino atual está desatualizado, o que gera desinteresse dos alunos e, consequentemente, resultados ruins que afetam outros setores, como a economia do país. Para o senador Izalci Lucas, do PSDB do Distrito Federal, o sistema de ensino brasileiro é obsoleto e precisa de mudanças estruturais. (Izalci Lucas) Para que o Brasil possa entrar no nível dos países desenvolvidos é necessário que os professores aprendam a nova técnica das aulas invertidas e abandonem definitivamente o sistema obsoleto das aulas expositivas. Fala-se constantemente em reforma do ensino médio. Entretanto, esquecem que, se não houver mudanças, quebra de paradigmas no modelo atual de ensino básico, jamais lograremos êxito na melhora dos ensinos médio e superior. (REP) O senador Confúcio Moura, do MDB de Rondônia, apontou exemplos bem-sucedidos de municípios brasileiros que já promovem uma educação de qualidade por meio de inovações. (Confúcio Moura 30”) O que temos de fazer é buscar as experiências bem-sucedidas nos Municípios, do Estado do Piauí, da Paraíba, o Ceará tem de sobra bons exemplos, e tantos outros que os Prefeitos e/ou Governadores têm feito um esforço muito grande. (REP) O senador Styvensom Valentim, do Podemos do Rio Grande do Norte, também defendeu que o modelo atual de educação está ultrapassado e precisa de modernização. Para ele, os poderes Legislativo e Executivo devem colocar em prática, no ano que vem, ações que visem a melhoria do sistema como um todo. (Styvenson Valentim) Então, é difícil a gente falar hoje que o problema é só dinheiro, porque não é só dinheiro. É toda a estrutura que está comprometida, como eu já disse. O que a gente ouviu neste ano todinho foi muita discussão e pouca praticidade, muito falatório e pouca ação. O povo brasileiro espera por isso, mais ação. Não estou falando só da gente, mas dos Ministros. (REP) Resultados do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes, o Pisa, de 2018, trazem o Brasil entre as 20 piores colocações no ranking das três áreas analisadas pelo programa. De acordo com o Pisa, 68% dos estudantes de 15 anos não sabem o básico de matemática; 55,3% apresentam rendimento insuficiente em ciência e 50,1% têm baixo desempenho em leitura. Com supervisão de Maurício de Santi, da Rádio Senado, Lara Kinue.

Durante a sessão plenária desta quarta-feira (18), os senadores debateram o futuro da educação brasileira. Eles defenderam que o modelo de educação do país é obsoleto e precisa de adaptações e mudanças estruturais para que o país alcance melhores resultados no setor. A reportagem é de Lara Kinue.

TÓPICOS:
Ceará  Distrito Federal  Economia  Educação  Ensino Básico  Ensino Médio  MDB  Municípios  Paraíba  Piauí  Podemos  Professores  PSDB  Rio Grande do Norte  Rondônia  Senador Confúcio Moura  Senador Izalci Lucas  Senador Styvenson Valentim 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo