Infraestrutura

Senadores defendem urgência para marco legal do saneamento básico

02:00Senadores defendem urgência para marco legal do saneamento básico

Transcrição LOC: SENADORES COBRAM A VOTAÇÃO DO NOVO MARCO LEGAL DO SANEAMENTO BÁSICO. LOC: PRINCIPAL INOVAÇÃO DA PROPOSTA SERIA A ATRAÇÃO DA INVESTIMENTOS PRIVADOS PARA O SETOR. REPÓRTER BRUNO LOURENÇO. TÉC: O senador Confúcio Moura, do MDB de Rondônia, diz que, em um país com a carência de saneamento básico como o Brasil, ter uma proposta de novo marco legal parada é uma vergonha. (Confúcio): O nordeste e o norte são as regiões brasileiras que menos tem saneamento básico. A Amazônia toda deve ter em torno de 2 a 3% de esgoto sanitário. Água tratada só nas capitais. Muitas cidades do interior não tem sistema de água tratada. (Repórter): Confúcio lembra que o Senado havia aprovado um texto, a Câmara dos Deputados outro e agora basta conciliar as duas iniciativas. Ele defende a votação urgente da matéria visando já o período pós-pandemia. Outro senador da região Norte, Zequinha Marinho, do PSC do Pará, concorda que o país tem que se mexer e trazer o capital privado para ampliar o acesso à água tratada e esgoto à população. (Zequinha): Nós precisamos preparar o País para o pós-pandemia. Esse é um setor que certamente vai atrair enormes investimentos, vai movimentar a economia, vai trazer capital bom para a economia, dinheiro novo. Esse projeto de lei está no Senado para ser apreciado, e é fundamental que se paute, que se vote, que se prepare o País para retomar a sua vida econômica. (Repórter): A proposta, que recebeu em março um pedido do ministro da Economia para votação rápida no Senado, foi encaminhada para as comissões de Meio Ambiente e de Infraestrutura do Senado. Por conta da emergência em saúde relacionada ao novo coronavírus as sessões das comissões estão suspensas no momento. Um acordo de líderes poderia levar a matéria diretamente para a votação no Plenário. Da Rádio Senado, Bruno Lourenço.

Senadores como Zequinha Marinho (PSC-PA) e Confúcio Moura (MDB-RO) cobraram a votação do novo marco legal do saneamento básico. Principal inovação da proposta (PL 4162/2019) seria a atração da investimentos privados para o setor. A reportagem é de Bruno Lourenço.

TÓPICOS:
Água  Amazônia  Câmara dos Deputados  Cidades  Comissões  Coronavírus  Economia  Infraestrutura  Investimentos  MDB  Meio Ambiente  pandemia  Pará  PSC  Região Norte  Rondônia  Saúde  Saneamento Básico  Senador Confúcio Moura  Senador Zequinha Marinho 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo