Homenagem

Senado vai homenagear um dos fundadores do PSDB

08/07/2016, 19h24 - ATUALIZADO EM 12/07/2016, 12h31
Duração de áudio: 04:48
Foto: Célio Azevedo

Transcrição
LOC: O SENADO VAI HOMENAGEAR ANDRÉ FRANCO MONTORO, UM DOS FUNDADORES DO PSDB. LOC: FRANCO MONTORO É LEMBRADO COMO UM DOS PRECURSORES DO MOVIMENTO DIRETAS JÁ, E CONSIDERADO UM DOS PRINCIPAIS POLÍTICOS QUE LUTARAM CONTRA A DITADURA MILITAR. A REPORTAGEM É DE THIAGO MELO. TÉC: Nascido em São Paulo, André Franco Montoro faria no próximo dia quatorze de julho, cem anos de idade. Casado com Lucy Montoro e pai de sete filhos, o memorável político, jurista e professor teve importante participação na construção da redemocratização no Brasil, especialmente na campanha das Diretas Já, quando era governador do Estado de São Paulo. Em suas falas deixava claro sua luta pela justiça social, pela igualdade e pelo crescimento do Brasil, como se pode observar nesse discurso retirado do canal do Youtube “Memória Franco Montoro”. (Franco Montoro) E nós queremos que o Brasil cresça, como cresce uma árvore de baixo para cima, lentamente, como as raízes da terra. E até mesmo quando está crescida, é das raízes que a árvore tira toda sua seiva, assim também, só haverá verdadeiro desenvolvimento brasileiro, quando ele partir das bases da nossa terra, dos nossos municípios, porque é no município que mora a população brasileira. (REP) Mas foi no dia dezesseis de abril de mil novecentos e oitenta e quatro no Vale do Anhangabaú em São Paulo, que Montoro, juntamente com outras personalidades, como Ulysses Guimarães e Leonel Brizola, e artistas como Fafá de Belém e Chico Buarque, conduziu a famosa manifestação pelas “Diretas Já”, com a participação de mais de um milhão de brasileiros na Praça da Sé. O movimento marcaria a luta contra a Ditadura militar e a favor da redemocratização do Brasil. O discurso faz parte do documentário “A Poética Política de Franco Montoro”. (Franco Montoro). Que se instalem em todas as praças públicas o placar das Diretas, para que o povo saiba que nos seus deputados e senadores, quem está com o povo e contra o povo. (REP) Em sua vida pública, Montoro ocupou os mais diversos cargos públicos: foi vereador, deputado estadual e federal, senador, governador e ministro, tendo contribuído para a política brasileira, como destaca o senador Aloysio Nunes Ferreira, do PSDB de São Paulo. (Aloysio Nunes) Montoro tinha princípios, Montoro era um político prático, sabia organizar uma campanha eleitoral como ninguém, foi um governador extremamente meticuloso no cumprimento de seus deveres administrativos. Não passava uma portaria importante que Montoro não tivesse escrutinado logo cedo pela manhã e anotado à margem com sua mão, as observações que ele julgava pertinente. (REP) Franco Montoro foi eleito para seu primeiro cargo político em mil novecentos e cinquenta e dois, como vereador em São Paulo, mas deixou o mandato antes de terminar, como forma de protesto contra a compra de votos para a presidência da mesa da Assembleia Legislativa. O mesmo empenho a favor da democracia que o levaria a ser eleito governador de São Paulo. Para o senador José Aníbal, do PSDB de São Paulo, a homenagem faz jus à contribuição de Montoro. (José Aníbal) Independentemente de partido, de candidato, ele queria passar uma ideia que ele julgava ser a melhor pra governar São Paulo, e foi a melhor ideia, É com uma satisfação enorme que eu venho a essa tribuna prestar mais do que uma homenagem, manifestar a nossa admiração por esse grande brasileiro. (REP) Montoro atuou ainda como professor da Universidade de São Paulo e ministrou cursos em universidades estrangeiras em Roma, Paris e Estados Unidos, além de quase toda a América latina. Para o senador Aécio Neves, do PSDB de Minas Gerais, Montoro representa um dos principais brasileiros na construção da democracia do Brasil. (Aécio Neves) E se de tantos brasileiros que poderíamos homenagear, tantos que tiveram papel enorme de destaque naquela construção, sem sombra de dúvidas e sem qualquer constrangimento dentre tantos ilustres homens públicos daquele tempo, eu diria que a retomada da democracia brasileira teve como seu maior inspirador, a coragem, o espírito público e a grandiosidade de André Franco Montoro. (REP) Montoro faleceu no dia dezesseis de julho de mil novecentos e noventa e nove aos oitenta e três anos, vítima de enfarte. A homenagem do Senado a André Franco Montoro está prevista para o mês de agosto. Da Rádio Senado, Thiago Melo.

Ao vivo
00:0000:00