Pandemia

Senado pede desculpas ao povo chinês e destaca importância de união contra pandemia

01:58Senado pede desculpas ao povo chinês e destaca importância de união contra pandemia

Transcrição LOC: SENADO PEDE DESCULPAS E MANIFESTA RESPEITO E SOLIDARIEDADE AO POVO CHINÊS LOC: NO OFÍCIO ENCAMINHADO À EMBAIXADA DO PAÍS ASIÁTICO, PRESIDENTE EM EXERCÍCIO LEMBRA QUE EXPERIÊNCIA ADQUIRIDA SERÁ FUNDAMENTAL NO COMBATE À PANDEMIA. A REPORTAGEM É DE PEDRO PINCER TÉC: O presidente em exercício do Senado, Antonio Anastasia, do PSD de Minas Gerais, enviou ofício para a Embaixada da China destacando a experiência daquele país com o surto do coronavírus e manifestando solidariedade e respeito ao povo chinês. Segundo ele, a iniciativa partiu do presidente do Senado, Davi Alcolumbre, que está afastado das atividades legislativas em recuperação da covid-19. No documento, Anastasia afirma que a experiência do país asiático será de fundamental importância para o combate ao coronavírus, no Brasil e no mundo, sobretudo na troca de experiências e no fornecimento de equipamentos e insumos que possam ajudar nesta guerra que, enfatiza ele, todos são parte e devem estar do mesmo lado. Anastasia ainda destaca a sólida parceria que já existe entre Brasil e China e pede que o teor da carta seja comunicado ao presidente chinês, Xi Jinping. (Anastasia) Por recomendação do presidente Davi Alcolumbre, encaminhei à embaixada da China um ofício em solidariedade ao povo chinês. Na verdade, nesse momento de grave pandemia por todo o mundo e do enfrentamento severo das consequências do coronavírus, acreditamos no Senado Federal brasileiro que todos nós devemos ser convergentes na luta forte contra o vírus e suas consequências. (Rep) O documento também pede desculpas à nação chinesa, afirmando que “nenhum obstáculo poderá separar nossos povos no combate a uma doença tão intensa e arrasadora”. O pedido de desculpas vem depois de o deputado Eduardo Bolsonaro, do PSL de São Paulo, ter usado o Twitter para atacar a forma como a China lidou com a epidemia de coronavírus que eclodiu primeiramente naquele país. Ele acusou os asiáticos de terem omitido informações relevantes sobre a doença e culpou o Partido Comunista Chinês pela pandemia. A declaração recebeu críticas de vários senadores, que classificaram a atitude como absurda e o deputado como irresponsável. Da Rádio Senado, Pedro Pincer.

O presidente em exercício do  Senado, Antonio Anastasia (PSD-MG), enviou ofício para a embaixada da China destacando a experiência daquele país com o surto do coronavírus e manifestando solidariedade e respeito ao povo chinês. Segundo Anastasia, a iniciativa partiu do presidente do Senado, Davi Alcolumbre, que está afastado de suas atividades legislativas, em recuperação da covid-19. A carta afirma que a experiência da China será de fundamental importância para o combate, no Brasil e no mundo, dessa grave enfermidade, sobretudo no tratamento prioritário ao fornecimento de equipamentos e insumos. A reportagem é de Pedro Pincer, da Rádio Senado

TÓPICOS:
Bolsonaro  China  Coronavírus  covid-19  Davi Alcolumbre  Minas Gerais  PSD  PSL  São Paulo  Senado Federal  Senador Antonio Anastasia  Senador Davi Alcolumbre  Solidariedade  União 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo