Covid-19

Senado deve votar na próxima semana crédito especial de até R$ 50 mil para profissionais liberais

01:38Senado deve votar na próxima semana crédito especial de até R$ 50 mil para profissionais liberais

Transcrição LOC: O SENADO DEVE VOTAR NA PRÓXIMA SEMANA UM CRÉDITO ESPECIAL PARA PROFISSIONAIS LIBERAIS AUTÔNOMOS PREJUDICADOS PELA PANDEMIA DO CORONAVÍRUS. LOC: VOLTADO PRINCIPALMENTE PARA TRABALHADORES DA SAÚDE, O EMPRÉSTIMO SERÁ DE ATÉ 50 MIL REAIS. REPÓRTER ROBERTO FRAGOSO. TÉC: A linha especial de crédito será de até 50 mil reais, terá juros efetivos de dois e meio por cento ao ano e poderá ser paga em até 24 parcelas, com carência máxima até 31 de dezembro de 2021. Terão direito ao empréstimo profissionais liberais autônomos prejudicados pela pandemia do coronavírus. O autor, Eduardo Girão, do Podemos do Ceará, explicou que a verba poderá ser usada para recompor capital de giro, para despesas de custeio, para manter e formar estoques e para pagar salários ou contribuições dos empregados. A preocupação maior, para o senador, foi com os profissionais da área de saúde, com alto risco de contágio pela Covid-19, e que por isso tiveram suas atividades interrompidas. (Eduardo Girão) Tem algumas categorias, especialmente da área da saúde – dentistas, enfermeiros, fisioterapeutas fonaudiólogos, médicos, nutricionistas, psicólogos, dentre outras – que até agora não se teve uma alternativa pra eles. E as contas estão chegando também. Conta de luz, o aluguel. E isso tudo angustia essas pessoas que prestam um serviço importante na sociedade. (Repórter) A contratação poderá ser feita até o fim do estado de calamidade pública, que vai até 31 de dezembro deste ano. Os empréstimos serão isentos de cobrança de IOF. Girão explicou que apesar de ser voltado principalmente para profissionais da saúde, o crédito também vai atender a outras categorias, como contadores, advogados, arquitetos, jornalistas e publicitários. A proposta vai receber parecer em plenário pelo relator Omar Aziz, do PSD do Amazonas. Da Rádio Senado, Roberto Fragoso.

O Senado deve votar na próxima semana a criação de um crédito especial para profissionais liberais autônomos prejudicados pela pandemia do coronavírus. A proposta (PL 2.424/2020) prevê que o crédito será de até R$ 50 mil, terá juros efetivos de 2,5% e poderá ser pago em até 24 parcelas, com carência máxima até 31 de dezembro de 2021. A reportagem é de Roberto Fragoso.

TÓPICOS:
Amazonas  Ceará  Coronavírus  covid-19  Crédito  IOF  Juros  pandemia  Podemos  PSD  Saúde  Senador Eduardo Girão  Senador Omar Aziz 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo