Educação

Senado aprova inclusão do empreendedorismo no currículo do ensino básico e das universidades

01:48Senado aprova inclusão do empreendedorismo no currículo do ensino básico e das universidades

Transcrição LOC: O SENADO APROVOU A INCLUSÃO DO EMPREENDEDORISMO NO CURRÍCULO DO ENSINO BÁSICO E DAS UNIVERSIDADES. LOC: A PROPOSTA TEVE DECISÃO TERMINATIVA NA COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E SERÁ ANALISADA AGORA PELA CÂMARA DOS DEPUTADOS. REPÓRTER ROBERTO FRAGOSO. TÉC: O projeto muda a Lei de Diretrizes e Bases da Educação para prever o estudo do empreendedorismo nos ensinos fundamental e médio e para inserir o estímulo ao empreendedorismo e à inovação nos objetivos da educação superior. A área concentra habilidades e estratégias para planejamento, construção e gerenciamento de projetos e empresas. O autor, senador José Agripino, do Democratas do Rio Grande do Norte, lembra que esses conhecimentos não serão úteis apenas para os jovens que vão se tornar empresários, mas para desenvolver um ensino mais criativo e formar pessoas com mais iniciativa. Para isso, ele defende que essas sementes sejam plantadas desde cedo. (José Agripino) Para despertar no jovem que está estudando, que está se preparando para a vida, tenha o vírus inoculado na sua veia profissional, do empreendedorismo. Se você não estimular você pode ter o empreendedor nato que não vira empreendedor nunca porque não foi provocado na sua vocação. (Repórter) A relatora, Lídice da Mata, do PSB da Bahia, concorda que o modelo de ensino ainda é marcado pela repetição, e que o estudo de práticas inovadoras será um avanço. (Lídice da Mata) A escola ainda é muito marcada por suas origens, no século XIX, como uma instituição voltada para a difusão de conhecimentos e de valores tradicionais. Em que pese a necessidade de manter suas funções básicas, as demandas do mundo atual exigem uma atualização no rumo do estímulo à inovação e à criatividade. (Repórter) O estudo do empreendedorismo deve ser feito de forma transversal, ou seja, dentro das matérias que já são estudadas nas escolas, a partir do sexto ano do ensino fundamental. Os currículos terão ainda como diretriz a orientação para o trabalho. Nas universidades, o objetivo será integrar os conhecimentos técnicos e científicos com o mundo do trabalho e da produção. PLS 772/2015

TÓPICOS:
Rio Grande do Norte  Empreendedorismo  PSB  Educação  Lei de Diretrizes e Bases da Educação  Escolas  Empresas  Senador José Agripino  Ensino Básico  Câmara dos Deputados  Trabalho  Bahia 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo