Pandemia

Senado aprova decreto de calamidade por conta do coronavírus

02:09Senado aprova decreto de calamidade por conta do coronavírus

Transcrição LOC: SENADO APROVA DECRETO DE ESTADO DE CALAMIDADE PARA AUTORIZAR O GOVERNO A GASTAR DEVIDO AO CORONAVÍRUS. LOC: CONGRESSO NACIONAL PODERÁ FISCALIZAR AS DESPESAS FEITAS E EQUIPE ECONÔMICA TERÁ QUE PRESTAR CONTAS A CADA DOIS MESES. REPÓRTER HÉRICA CHRISTIAN (Repórter) Em sua primeira votação virtual, o Senado aprovou por unanimidade o Decreto de Estado de Calamidade Pública para autorizar o governo a descumprir a meta e elevar os gastos até o final do ano por conta do coronavírus. A equipe econômica já anunciou um pacote de medidas que somam mais de R$ 147 bilhões, que incluem aumento do numero de beneficiários de programas sociais e socorro às empresas. A senadora Kátia Abreu, do PP do Tocantins, argumentou que a aprovação do decreto já permite a liberação imediata dos recursos para as áreas da saúde e social. (Kátia Abreu) Estamos dando carta branca para gastar mais na saúde, na cura da doença, na prevenção, no combate ao vírus. E também dando liberdade para a equipe econômica para não só salvar a saúde física das pessoas, mas combater a fome, o desemprego neste momento terrível, os ambulantes não podem vendr, os informais. (Repórter) O decreto prevê que a equipe econômica preste contas dos gastos feitos a cada dois meses. Uma comissão mista de 6 deputados e 6 senadores vai acompanhar as despesas e as ações do governo. Ao declararem o voto sim, diversos senadores prestaram homenagens a todos os profissionais da saúde. Márcio Bittar, do MDB do Acre, citou outros trabalhadores que não poderão ficar no isolamento. (Márcio Bittar) Desejar a vários brasileiros que não podem ficar em suas casas. Peco e agradeço reconhecimento para os profissionais da área da saúde, da área da limpeza, os profissionais da área da segurança, os do ramo de alimentação. São brasileiros, homens e mulheres, que continuam trabalhando para que toda sociedade possa atravessar esse momento. Vai passar. (Repórter) Já aprovado pelo Senado e pela Câmara dos Deputados, o Decreto de Estado de Calamidade Pública já será promulgado.

Em sua primeira votação virtual, o Senado aprovou o Decreto de Estado de Calamidade Pública que autoriza o governo a aumentar os gastos para combater o coronavírus. A senadora Kátia Abreu (TO) destacou que agora a equipe econômica já pode liberar os recursos para as áreas de saúde e social. Ao declararem apoio ao projeto, diversos senadores renderam homenagens aos profissionais da saúde. Márcio Bittar (MDB-AC) ressaltou os trabalhadores que não podem cumprir o isolamento social porque atuam em áreas essenciais neste momento, a exemplo de policiais, de garis e comerciantes. As informações são da repórter Hérica Christian.

TÓPICOS:
Acre  Câmara dos Deputados  Congresso Nacional  Coronavírus  Desemprego  Empresas  MDB  PP  Saúde  Segurança  Senador Márcio Bittar  Senadora Kátia Abreu  Tocantins 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo