Audiência pública

Secretário Nacional de Habitação anuncia mudanças no programa Minha Casa Minha Vida

01:55Secretário Nacional de Habitação anuncia mudanças no programa Minha Casa Minha Vida

Transcrição LOC: À COMISSÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, O SECRETÁRIO NACIONAL DE HABITAÇÃO ANUNCIA MUDANÇAS NO PROGRAMA MINHA CASA MINHA PARA DAR MAIS AGILIDADE ÀS OBRAS. LOC: GRUPOS DE TRABALHO REVELAM QUE HABITAÇÕES INACABADAS ULTRAPASSAM 50 MIL, PRINCIPALMENTE NAS REGIÕES NORDESTE E SUDESTE. DETALHES COM A REPORTER PAULA GROBA. (Repórter) Com 4 milhões e 89 mil unidades já construídas e investimentos na ordem de 458 bilhões de reais desde que foi criado, há 10 anos, o Programa Minha Casa, Minha Vida é considerado a política de estado mais grandiosa, segundo o Secretário de Habitação do Ministério do Desenvolvimento Regional, Celso Matsuda. Mas o déficit habitacional é de 7 milhões de unidades, principalmente para a chamada faixa 1, destinada à população de baixa renda. Matsuda anunciou que o programa está sendo reformulado para dar andamento às obras inacabadas, que hoje passam de 50 mil. (Celso Matsuda) Nós estamos desenvolvendo um trabalho com Ministério da Economia e a Caixa Econômica Federal tentando encontrar alternativas e novas fontes de investimento nessa área e novas modelagens e produtos que serão entregues para atender principalmente nessa faixa. Esse é o nosso foco principal e que pretendemos assim anunciar prevista para o começo de julho. (Repórter) Matsuda anunciou um remanejamento orçamentário para atender aos estados com grandes demandas, a exemplo de Goiás. Um dos problemas apontados pelo secretário é a invasão das obras em andamento, que está sendo analisada pelo Ministério da Justiça. O senador Ângelo Coronel, do PSD da Bahia, defendeu a agilidade das obras de habitação. (Ângelo Coronel) O que tá acontecendo é muita gente invadindo as casas principalmente as casas que estão com cobertura. Imagine o senhor, uma pessoa que mora debaixo de uma palha de Ouricuri, de uma lona preta, debaixo do viaduto e vê a casa que está destinada a ele já coberta. Não tem como ele invadir, porque para ele, onde está morando hoje, passar pra uma casa dessa é como se fosse passar pra um apartamento de luxo. E até então a gente não tá vendo solução definitiva a respeito da conclusão desse programa. (Repórter) Segundo o secretário, neste ano, está prevista a entrega de quase de 102 mil unidades.

Em audiência pública na Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática do Senado (CCT), o secretário Nacional de Habitação, Celso Matsuda, garantiu que o programa Minha Casa, Minha Vida será reformulado para dar mais agilidade às obras. Grupos de trabalho do governo analisam as habitações paralisadas, que já somam mais de 50 mil, principalmente nas regiões nordeste e sudeste.

TÓPICOS:
Bahia  Caixa Econômica  Economia  Educação  Estados  Goiás  Habitação  Ministério da Justiça  Obras inacabadas  Política  População de baixa renda  Programa Minha Casa Minha Vida  PSD  CCT  Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática  Comunicação 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11