Sancionado projeto que institui o Dia Nacional da Parteira

LOC: O PROJETO QUE INSTITUIU O DIA NACIONAL DA PARTEIRA TRADICIONAL FOI SANCIONADO PELA PRESIDENTE DILMA. 

LOC: AS PARTEIRAS SÃO RESPONSÁVEIS POR VINTE POR CENTO DOS NASCIMENTOS NAS REGIÕES RURAIS. OS DETALHES COM A REPÓRTER ANA BEATRIZ SANTOS.  

TÉC:  Segundo dados do Ministério da Saúde, as parteiras são responsáveis por vinte por cento dos nascimentos nas regiões rurais, principalmente no norte e no nordeste. A instituição da data busca reconhecer a importância dessas mulheres. A valorização das parteiras foi tema de uma discussão no projeto Quintas Femininas, desenvolvido pelas procuradorias da mulher do Senado e da Câmara dos Deputados. As participantes pediram apoio, capacitação profissional e o reconhecimento da atividade pelo poder público. As enfermeiras, parteiras e doulas que participaram do debate frisaram a importância das parteiras na redução do número de cesarianas praticadas no Brasil. A professora do curso de Enfermagem da Universidade de Brasília, Silvéria dos Santos, explicou que hoje, nas grandes cidades, o parto em casa atrai mulheres que querem dar a luz de forma humanizada. 

(Silvéria dos Santos) Eu tenho sido solicitada semanalmente aqui por mulheres de diferentes formações e diferentes níveis sócio econômicos que procuram a nossa atividade de parteira porque não querem se submeter ao rigor dos protocolos institucionais a que são submetidas no serviço de saúde em qualquer lugar desse país.

(REPÓRTER) Segundo uma pesquisa da Fiocruz, mais da metade das crianças brasileiras, nasce por meio de cesarianas. A recomendação da Organização Mundial de Saúde é de 15 por cento. Além do Dia Nacional da Parteira Tradicional, outras datas comemorativas foram sancionadas. O dia do Técnico Agrícola será comemorado no dia 5 de novembro. O dia Nacional da Vigilância Sanitária no dia 5 de agosto e o dia Nacional do Milho no dia 24 de maio.
29/01/2015, 00h21 - ATUALIZADO EM 29/01/2015, 00h21
Duração de áudio: 01:49
Ao vivo
00:0000:00