Pandemia

Sancionada linha de crédito para profissionais liberais

01:30Sancionada linha de crédito para profissionais liberais

Transcrição LOC: AGORA É LEI: AUTÔNOMOS E PROFISSIONAIS LIBERAIS PODERÃO TER ACESSO A UMA LINHA DE CRÉDITO DE ATÉ CEM MIL REAIS PARA SUPERAR A PERDA DE RENDA PROVOCADA PELA PANDEMIA. LOC: O FINANCIAMENTO PODERÁ SER DE 3 ANOS COM CARÊNCIA DE 8 MESES. REPÓRTER BRUNO LOURENÇO. TÉC: A lei surgiu com o objetivo de auxiliar financeiramente quem atua por conta própria e perdeu renda com a crise do novo coronavírus. A linha de crédito para profissionais liberais será de metade do rendimento declarado no imposto de renda do ano passado, até o máximo de cem mil reais. O financiamento foi incluído no Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, Pronampe, com juros equivalentes à taxa Selic mais 5%. O autor do projeto que deu origem à lei, Eduardo Girão, do Podemos do Ceará, disse que a iniciativa foi pensada para atender a uma categoria que, segundo ele, estava esquecida pelos programas de auxílio do governo. (Girão): E os profissionais liberais, que tem um trabalho importante em vários segmentos também sofreram com a pandemia, estão sofrendo com a pandemia. Problemas de fluxo de caixa, pagar conta de aluguel, pagar salário de funcionários, pagar água, luz. Estava faltando esse aporte. (Repórter): Girão diz que cerca de dez milhões de brasileiros ganham acesso ao Pronampe com a lei. O presidente Bolsonaro vetou alguns dispositivos que ampliavam os benefícios como carência de 8 meses para outras categorias e mudavam questões que envolviam a gestão do fundo do programa. Os vetos podem ser derrubados por deputados e senadores. Da Rádio Senado, Bruno Lourenço. PL 2.424/2020 (LEI Nº 14.045, DE 20 DE AGOSTO DE 2020)

Agora é lei: autônomos e profissionais liberais poderão ter acesso a uma linha de crédito de até R$ 100 mil para superar a perda de renda provocada pela pandemia. O financiamento, proposto pelo senador Eduardo Girão (Podemos-CE), poderá ser de 3 anos com carência de 8 meses. A reportagem é de Bruno Lourenço.

PL 2.424/2020

TÓPICOS:
Água  Bolsonaro  CE  Ceará  Coronavírus  Crédito  Empresas  Imposto de Renda  Juros  pandemia  Podemos  Senador Eduardo Girão  Trabalho  Vetos 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo