Comissões

Sabatina de Kassio Nunes deve durar dez horas

02:12Sabatina de Kassio Nunes deve durar dez horas

Transcrição LOC: INDICADO PARA O SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, KÁSSIO NUNES SERÁ SABATINADO NESTA QUARTA-FEIRA PELA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA. LOC: EM VOTAÇÃO SECRETA, SENADORES VÃO DECIDIR SE O DESEMBARGADOR ASSUME UMA VAGA NA MAIS ALTA CORTE DO PAÍS. A REPORTAGEM É DE MARCELLA CUNHA TÉC: A expectativa da presidente da Comissão de Constituição e Justiça, senadora Simone Tebet, do MDB de Mato Grosso do Sul, é que a sabatina de Kássio Nunes dure entre 8 e 10 horas. Ela defende que a votação no plenário seja feita em seguida, na própria quarta-feira à noite. (Simone) Estamos trabalhando nos nossos estados. A vinda dos senadores semana que vem só para votar no plenário a indicação do ministro é contraproducente e não teria sentido. Eu advogo sim que assim que acabar a sabatina e se houve tempo hábil se vote no plenário na quarta-feira. (REP) A votação será secreta e são necessários 14 votos na CCJ e 41 no plenário para aprovar o nome do indicado. No início da reunião, haverá a leitura do parecer do senador Eduardo Braga, do MDB do Amazonas, recomendando a aprovação do desembargador. Um relator substituto poderá ser designado na hora caso Braga, que está com coronavírus, não possa participar da sessão. Em seguida, Kássio Nunes terá 30 minutos para defender sua indicação. Os 27 integtrantes da Comissão de Constituição e Justiça e seus suplentes terão prioridade para questionar o indicado. Os senadores terão 10 minutos para fazer perguntas e o sabatinado terá o mesmo tempo para suas respostas. Réplicas e tréplicas serão de 5 minutos. Segundo a secretaria da CCJ, a ordem de fala dos senadores será definida nesta quarta-feira por ordem de chegada no aplicativo zoom. Após a fala dos titulares da comissão, os demais senadores poderão participar, também pelo tempo de 10 minutos cada, como explicou Simone. (Simone) Qualquer senador, 81 senadores, têm direito a perguntar. No presencial ou através de videoconferência, em função da pandemia, só não tem direito de votar. O voto como é secreto ele tem que ser feito presencial nos totens instalados no Senado Federal para não ter fila. (REP) Para Simone, essa será “uma das reuniões mais importante da CCJ”, pelo papel do Senado de fiscalizar os demais Poderes e de deliberar sobre as indicações de autoridades pelo Presidente da República. Da Rádio Senado, Marcella Cunha

O desembargador Kassio Nunes Marques será sabatinado nesta quarta-feira (21) na Comissão de Constituição e Justiça. Os 81 senadores poderão fazer perguntas. A presidente da comissão, Simone Tebet (MDB-MS) espera que a sessão dure entre 8 a 10 horas. Ela defende que a votação da indicação no Plenário ocorra no mesmo dia para evitar o deslocamento dos senadores na semana seguinte. Os detalhes na reportagem de Marcella Cunha

TÓPICOS:
Amazonas  CCJ  Constituição  Coronavírus  Estados  Justiça  Mato Grosso  Mato Grosso do Sul  MDB  pandemia  Presidente da República  Senado Federal  Senador Eduardo Braga  Senadora Simone Tebet  Supremo Tribunal Federal 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 0 61 2211
Ao vivo