Projeto

Rogério Carvalho propõe Bolsa Medicamento para doentes crônicos

01:48Rogério Carvalho propõe Bolsa Medicamento para doentes crônicos

Transcrição LOC: AS PESSOAS COM DOENÇAS CRÔNICAS PODERÃO RECEBER UMA BOLSA MEDICAMENTO DE 500 REAIS, DURANTE A PANDEMIA. LOC: É O QUE PROPÕE UM PROJETO DE LEI EM ANÁLISE NO SENADO. REPORTAGEM DE IARA FARIAS BORGES. (Repórter) De autoria do senador Rogério Carvalho, do PT de Sergipe, o projeto cria a Bolsa Medicamento de 500 reais para pessoas com doenças crônicas ou degenerativas, que precisam de medicamentos de uso contínuo, não fornecidos pelo governo. A proposta não define as doenças, mas as mais comuns são a hipertensão, diabetes, câncer, osteoporose, esclerose múltipla e as cardiovasculares. Podem solicitar a Bolsa Medicamento as pessoas beneficiadas com o BPC, Benefício de Prestação Continuada, o Auxílio Emergencial de 600 reais e o Programa Bolsa Família, bem como os trabalhadores da cultura impedidos de trabalhar por causa da pandemia de covid-19. O senador Rogério Carvalho argumentou que, segundo pesquisa do DataSenado, feita entre 18 e 23 de abril, a renda de 68% dos brasileiros diminuiu com a pandemia. E defendeu a ajuda às pessoas com doenças crônicas. (Rogério Carvalho ): “A saúde do Brasil já está bastante debilitada. Imagine para os pacientes de doenças crônicas e degenerativas, que têm o risco da covid-19. A dificuldade de acesso a medicamentos e a restrição de renda são problemas que impõem a essas pessoas o risco da morte. Por isso mesmo estamos propondo um projeto de lei de uma Bolsa Medicamentos que vai permitir uma ajuda financeira de até 500 reais para que esses pacientes crônicos possam comprar os remédios e consigam superar com dignidade este período de pandemia”. (Repórter) Ainda pela proposta, os recursos necessários para a Bolsa Medicamento serão liberados pelo Executivo em dez dias após a publicação da lei. - PL 3.829/2020

Poderá ser criada a Bolsa Medicamento de R$ 500 para as pessoas com doenças crônicas e degenerativas que precisam fazer uso contínuo de medicamentos, conforme projeto de lei (PL 3829/2020) do senador Rogério Carvalho (PT-SE). A proposta não define as doenças, mas as mais comuns são hipertensão, diabetes, câncer, osteoporose, esclerose múltipla e as cardiovasculares. Segundo a proposta, os recursos necessários para a Bolsa Medicamento serão liberados pelo Executivo em dez dias após a publicação da lei. Reportagem, Iara Farias Borges.

TÓPICOS:
Auxílio emergencial  Bolsa Família  Câncer  covid-19  Cultura  DataSenado  Família  Medicamentos  pandemia  pandemia de covid-19  PT  Saúde  Senador Rogério Carvalho  Sergipe  Coronavírus 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo