Representação brasileira debate crise comercial entre Brasil e Argentina

Representação brasileira debate crise comercial entre Brasil e Argentina

LOC: A CRISE COMERCIAL ENTRE A ARGENTINA E O BRASIL FOI DEBATIDA NA REPRESENTAÇÃO BRASILEIRA NO PARLAMENTO DO MERCOSUL. 

LOC: UM PONTO EM COMUM DE AUTORIDADES BRASILEIRAS E ARGENTINAS FOI A DEFESA DO FORTALECIMENTO DO MERCOSUL. REPÓRTER LARISSA BORTONI.  

(Repórter) Dois parlamentares argentinos vieram ao Brasil para ouvir de colegas brasileiros as dificuldades enfrentadas por empresários, especialmente de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, na exportação de produtos para a Argentina, em função das barreiras comerciais impostas por aquele país. A senadora argentina Laura Gisela Monteiro reforçou que a crise econômica mundial deixou reflexos importantes na nação vizinha, mas lembrou que o Brasil é um grande parceiro. Defendeu um trabalho em conjunto para superar as dificuldades e que os países membros atuem para tornar o Mercosul mais forte. 

(Laura Gisela Monteiro) para passar de uma união aduaneira imperfeita a um processo real de integração. Político, econômico, social, cultural, porque creio que todos em definitivo o que queremos é a melhora de cada um dos nossos cidadãos. 

(Repórter) O embaixador do Brasil junto ao Mercosul, Ruy Carlos Pereira, assegurou que sem o bloco a crise na economia teria atingido o Brasil de forma mais dura. 

(Ruy Carlos Pereira) é preciso notar que desde que o Mercosul foi fundado pelo tratado de Assunção, em 1991, o valor do comércio dentro da nossa construção comunitária se multiplicou por dez vezes, enquanto que o intercâmbio dos países do Mercosul com o mundo cresceu sete vezes.

(Repórter) O presidente da Representação Brasileira no Parlamento do Mercosul, o senador Roberto Requião, do PMDB do Paraná, acredita que a saída para o impasse comercial entre Brasil e Argentina passa por políticas de compensação. 

(Roberto Requião) Nós hoje tomamos conhecimento do grito lancinante dos representantes de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, onde trabalhadores estão perdendo empregos e tivemos também o mesmo grito do lado argentino com a sua economia em dificuldades. A solução é o aprofundamento do Mercosul, políticas de compensação, de integração. 

(Repórter) O senador Roberto Requião defendeu também um projeto comum de desenvolvimento e a abertura das barreiras comerciais entre os dois países.

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11