Pandemia

Propostas de socorro a agricultores aguardam análise no Senado

02:18Propostas de socorro a agricultores aguardam análise no Senado

Transcrição LOC: VÁRIAS PROPOSTAS DE SOCORRO A AGRICULTORES PREJUDICADOS PELA CRISE SANITÁRIA AGUARDAM ANÁLISE NO SENADO. LOC: ENTRE AS MEDIDAS ESTÃO A PRORROGAÇÃO DE DÍVIDAS, NOVAS LINHAS DE CRÉDITO E A PREVISÃO DE COMPRA DA PRODUÇÃO DA AGRICULTURA FAMILIAR PELO GOVERNO. REPÓRTER ROBERTO FRAGOSO. TÉC: As principais frentes de apoio à agricultura são a renegociação de dívidas, a prorrogação dos pagamentos e a abertura de novas linhas de crédito. Uma proposta apresentada por um grupo de seis senadores – os petistas Paulo Rocha, Rogério Carvalho, Jaques Wagner, Humberto Costa e Paulo Paim, além de Zenaide Maia, do Pros – vai além, ao prever que o poder público compre a produção da agricultura familiar e que a União continue repassando recursos para a merenda escolar, mesmo com as aulas suspensas. Nesse período, os alimentos adquiridos devem ser distribuídos à população carente, explica Paulo Rocha. (Paulo Rocha) Ajuda a agricultura familiar na produção de renda para esses agricultores e ao mesmo tempo, também, em que aproveita a distribuição desses produtos para aqueles que mais necessitam. Que o governo compre estes produtos da agricultura familiar e depois distribua para o pobre, para os que mais precisam, para aquele que já está passando fome. (Repórter) Também está para ser votado um projeto que cria uma linha de crédito rural especial de até 30 mil reais, prorroga dívidas que vencem durante o estado de calamidade pública e assegura renda básica aos agricultores familiares e assentados da reforma agrária. Para o autor, Rogério Carvalho, do PT de Sergipe, os incentivos vão ainda ajudar a recuperar outros setores da economia. (Rogério Carvalho) Como é que você cuida da economia de forma orgânica, saudável? Colocando recursos diretamente nas mãos dos trabalhadores, porque eles vão consumir, eles não vão guardar esse dinheiro debaixo do colchão, fazer poupança. Eles vão botar na economia, vão consumir insumos de primeira necessidade. Material de higiene, pessoal, material de limpeza, comida, uma parte da indústria vai continuar ativa. (Repórter) Outros três projetos prorrogam dívidas de agricultores que sofrem com os efeitos da covid-19. O da senadora Katia Abreu, do PP do Tocantins, estende o prazo por pelo menos um ano para todas as atividades de produção, venda e distribuição agropecuária. O de Jaques Wagner, do PT da Bahia, cria uma linha de crédito emergencial de custeio de até 20 mil reais, a juro zero. Já o de Styvenson Valentim, do Podemos do Rio Grande do Norte, prevê nova linhas de crédito e descontos de até 75% para a quitação de dívidas de até 100 mil reais. PL 1.546/2020 (Compra produção agricultura familiar) PL 1.790/2020 (Crédito e renda básica) PL 2.940/2020 (Prorrogação dívidas) PL 2.980/2020 (Crédito Pronaf) PL 3.188/2020 (Renegociação Pronaf)

Uma série de projetos de socorro a agricultores aguarda votação no Senado (PL 1.546/2020, PL 1.790/2020, PL 2.940/2020, PL 2.980/2020, PL 3.188/2020). Entre as medidas estão a prorrogação de dívidas, novas linhas de crédito e a previsão de compra da produção da agricultura familiar pelo governo. A reportagem é de Roberto Fragoso, da Rádio Senado.

TÓPICOS:
Agricultura  Agricultura familiar  Alimentos  Bahia  Coronavírus  covid-19  Crédito  Economia  Indústria  pandemia  Podemos  PP  PROS  PT  Reforma Agrária  Rio Grande do Norte  Senador Humberto Costa  Senador Jaques Wagner  Senador Paulo Paim  Senador Paulo Rocha  Senador Rogério Carvalho  Senador Styvenson Valentim  Senadora Zenaide Maia  Sergipe  Tocantins  União 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo