Pandemia

Projetos suspendem o desconto de consignado da folha de aposentado

02:30Projetos suspendem o desconto de consignado da folha de aposentado

Transcrição LOC: UMA DECISÃO DA JUSTIÇA FEDERAL SUSPENDEU, POR QUATRO MESES, O DESCONTO DAS PARCELAS DE EMPRÉSTIMO CONSIGNADO DA FOLHA DE PAGAMENTO DOS APOSENTADOS. LOC: NO SENADO, PROJETOS DE LEI QUEREM QUE OS DESCONTOS SEJAM SUSPENSOS ENQUANTO DURAR A PANDEMIA. REPORTAGEM DE IARA FARIAS BORGES. TÉC: Em decisão do dia 20 de abril, a Justiça Federal suspendeu os descontos em folha das parcelas de empréstimo consignado dos aposentados, tanto do INSS, Instituto Nacional do Seguro Social, como do Regime Próprio. O desconto será suspenso por quatro meses, não haverá cobrança de juros ou multas no período e vale para todo o Brasil. Preocupados com a situação dos aposentados, que começaram a ter gastos extras para prevenção ou tratamento da covid-19, senadores já haviam apresentado projetos para suspender os descontos em folha dos empréstimos consignados. A proposta do senador Otto Alencar, do PSD da Bahia, por exemplo, prevê suspensão dos descontos de quatro parcelas do consignado de aposentados e pensionistas. Mas não define o mês; apenas que será durante o estado de calamidade pública por causa do coronavírus. O senador disse que as instituições financeiras podem colaborar neste momento. (Otto Alencar): “Os aposentados tomam recursos emprestados em várias empresas, com juros altos. E agora é momento de se apreciar isso e, pelo menos, no período da calamidade, não ter esse desconto - que são dados por várias empresas que são milionárias, com lucros altíssimos - neste momento”. (Rep): Já a proposta do senador Ciro Nogueira, do PP do Piauí, determina a suspensão das cobranças em folha de aposentados e pensionistas por seis meses. E o projeto do senador Acir Gurgacz, do PDT de Rondônia, não definiu prazos. As mensalidades não serão descontadas enquanto durar o estado de calamidade pública, como explicou o senador Gurgacz. (Acir Gurgacz): “Que os bancos não cobrem nesta época de calamidade pública os empréstimos consignados para os pensionistas e os nossos aposentados, pois esse dinheiro vai ajuda-los a levar comida para a casa e a comprar o seu remédio que tanto precisa. Eu tenho certeza que os bancos, que muito já ganharam, ano a ano batendo recordes de lucros, podem dar esse apoio a essa população que tanto precisa”. (Rep): A proposta da senadora Mailza Gomes, do PP do Acre, suspende a cobrança por três meses, mas apenas para aposentados acima de 65 anos, que recebam menos de três salários mínimos. E entre os projetos que suspendem os descontos de aposentados e pensionistas estão também os dos senadores do PT, Jaques Wagner, da Bahia, e Paulo Paim do Rio Grande do Sul. - PL 1.328/2020 - PL 1.603/2020 - PL 1.519/2020 - PL 1.708/2020 - PL 1.452/2020 - PL 1.800/2020

Decisão da Justiça Federal suspendeu o desconto de empréstimo consignado de aposentados e pensionistas por quatro meses. No Senado, vários projetos para suspender esses descontos já haviam sido apresentados, como as propostas dos senadores Otto Alencar (PSD-BA), Ciro Nogueira (PP-PI), Acir Gurgacz (PDT-RO), Mailza Gomes (PP-AC), Jaques Wagner (PT-BA) e Paulo Paim (PT-RS). Reportagem, Iara Farias Borges.

TÓPICOS:
Acre  Aposentados  Bahia  Bancos  Coronavírus  covid-19  Empresas  INSS  Juros  Justiça  Justiça Federal  pandemia  PDT  Pensionistas  Piauí  PP  PSD  PT  Rio Grande do Sul  Rondônia  Senador Acir Gurgacz  Senador Ciro Nogueira  Senador Jaques Wagner  Senador Otto Alencar  Senador Paulo Paim  Senadora Mailza Gomes 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo