Pronunciamento

Bolsonaro garante a Maia e Davi que manterá teto de gastos

Presidente Jair Bolsonaro faz pronunciamento em frente ao Palácio da Alvorada com a presença de ministros, lideranças políticas e dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre, para falar sobre a manutenção do teto de gastos do governo. As informações com a repórter Raquel Teixeira, da Rádio Senado.

13/08/2020, 08h57 - ATUALIZADO EM 13/08/2020, 10h09
Duração de áudio: 01:29
Foto: Marcello Casal JrAgência Brasil

Transcrição
LOC: PRESIDENTE JAIR BOLSONARO FAZ PRONUNCIAMENTO EM FRENTE AO PALÁCIO DA ALVORADA PARA FALAR SOBRE O TETO DE GASTOS. LOC: DECLARAÇÃO À IMPRENSA CONTOU COM A PRESENÇA DE MINISTRO E DOS PRESIDENTES DA CÂMARA E DO SENADO. REPÓRTER RAQUEL TEIXEIRA. (Repórter) O presidente Jair Bolsonaro afirmou que mantém o compromisso com o teto de gastos, apesar dos prejuízos econômicos provocados pela pandemia do coronavírus. (Jair Bolsonaro) Nós queremos o progresso, o desenvolvimento, o bem estar do nosso povo, nós respeitamos o teto de gastos, queremos a responsabilidade fiscal e o Brasil tem como ser um daqueles países que melhor reagirá a questão da crise. Nós nos empenharemos para buscar soluções, destravar a nossa economia e colocar o Brasil no local que sempre mereceu estar. Rep: E o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, destacou a disposição do Parlamento em cooperar com o governo em assuntos estratégicos para a recuperação do país depois da crise sanitária. (Davi Alcolumbre) O parlamento cumpre a sua obrigação, com certeza absoluta sabe do tamanho da sua responsabilidade de construirmos uma nova agenda na retomada da pandemia para o desenvolvimento do Brasil, sempre com responsabilidade fiscal, mas também com responsabilidade social para ajudar a melhorar a vida de milhões de brasileiros. O parlamento nunca faltou ao governo e não faltará, estaremos de portas abertas para debater a construir as saídas para o Brasil e para os brasileiros. (Repórter) A Emenda Constitucional 95 foi aprovada em 2016 e estabeleceu um novo regime fiscal para limitar gastos públicos como mecanismo de controle de despesas federais durante 20 anos, é o chamado teto de gastos. Da Rádio Senado, Raquel Teixeira.

Ao vivo
00:0000:00