DataSenado

População apoia compra de vacina com dinheiro economizado em teletrabalho

01:46População apoia compra de vacina com dinheiro economizado em teletrabalho

Transcrição LOC: PARA A MAIORIA DOS BRASILEIROS, O DINHEIRO PÚBLICO ECONOMIZADO COM O TELETRABALHO DEVE SER USADO PARA FINANCIAR A VACINA DO CORONAVÍRUS. LOC: É O QUE REVELOU UMA PESQUISA REALIZADA PELO INSTITUTO DATASENADO. OS DETALHES NA REPORTAGEM É DE MARCELLA CUNHA TÉC: Uma pesquisa realizada pelo Instituto DataSenado mostrou que 88% da população concorda que parte do dinheiro economizado com a adoção do teletrabalho pelo Poder Público seja usado para comprar a vacina contra o coronavírus quando ela estiver disponível. Das 5 mil pessoas ouvidas, apenas 10% discordam da ideia e 2% não souberam responder. A proposta é de autoria da senadora Rose de Freitas, do Podemos do Espírito Santo, que destina os recursos economizados pela União com o trabalho presencial para o enfrentamento do coronavírus. (Rose de Freitas) O que nos ficou dessa crise toda foi o alto índice de contaminação, de mortalidade, uma coisa tão triste de se ver. Então, se houve economia dentro do Legislativo, como houve em todos os setores, que esses recursos sejam destinado à covid, quer seja para equipara os hospitais, para comprar os medicamentos necessários para tratar da saúde. (REP) A adoção do teletrabalho pela União reduziu despesas com aluguel, energia elétrica e telefone, além de diárias e passagens aéreas. Somente no Poder Executivo, as despesas administrativas tiveram uma queda de mais de 75% nos três primeiros meses de teletrabalho em relação a 2019. A estimativa da senadora é que sejam economizados mais de um bilhão e duzentos milhões de reais pelos Três Poderes. O projeto destina 7,5% dessa economia para o custeio da vacina, o que equivaleria a 90 milhões de reais. Pelo projeto, o sistema remoto de trabalho deve ser adotado, sempre que possível, para reduzir despesas. Da Rádio Senado, Marcella Cunha PROJETO: PL 4006/2020

Uma pesquisa nacional do Instituto DataSenado revela que 88% dos entrevistados apoiam a proposta que destina uma parte do dinheiro economizado pelo governo com o teletrabalho para a aquisição da vacina contra o novo coronavírus. O projeto de lei (PL 4006/2020) da senadora Rose de Freitas (Podemos-ES) transfere 7,5% do valor poupado pela União com despesas como energia elétrica, água e aluguel, para a compra da vacina quando estiver disponível. A reportagem é de Marcella Cunha.

TÓPICOS:
Água  Coronavírus  DataSenado  Economia  Energia  Espírito Santo  Medicamentos  Podemos  Poder Executivo  Saúde  Senadora Rose de Freitas  Trabalho  União 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 0 61 2211
Ao vivo