Homenagem

Plenário aprova Sessão de homenagem aos 90 anos do ex-senador Pedro Simon

O Plenário do Senado aprovou requerimentos dos senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Lasier Martins (Podemos-RS) para a realização de uma Sessão Especial em homenagem aos 90 anos do ex-senador Pedro Simon. Representante do Rio Grande do Sul no Congresso, Simon foi figura importante na política brasileira e na história do país. As informações são da repórter Lara Kinue, da Rádio Senado

06/02/2020, 13h06 - ATUALIZADO EM 06/02/2020, 13h06
Duração de áudio: 02:13
Senador Pedro Simon (PMDB-RS) concede entrevista exclusiva para a equipe de multimídia da Agência Senado.  Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado
Foto: Jefferson Rudy

Transcrição
LOC: PLENÁRIO DO SENADO FARÁ UMA SESSÃO ESPECIAL EM HOMENAGEM AO ANIVERSÁRIO DE 90 ANOS DO EX-SENADOR PEDRO SIMON. LOC: O POLÍTICO GAÚCHO FOI GOVERNADOR DO ESTADO, MINISTRO DA AGRICULTURA, DEPUTADO ESTADUAL E SENADOR POR QUATRO MANDATOS. A REPORTAGEM É DE LARA KINUE: (TÉC): O ex-senador Pedro Simon completou 90 anos no dia 31 de janeiro. Ele iniciou a carreira política como vereador de Caxias do Sul em 1958 e deputado estadual em 1962 pelo PTB. Em 1965, se filiou ao MDB numa manifestação contra o Regime Militar. Pedro Simon foi reeleito deputado estadual em 1966, 1970 e 1974. Em 1978, assumiu o primeiro mandato no Senado. Em 1984, foi coordenador nacional das Diretas Já. Pedro Simon ainda tem no currículo uma passagem pelo Ministério da Agricultura em 1985 e um mandato de governador do Rio Grande do Sul em 1986. Para homenagear a trajetória política de Pedro Simon, o Plenário do Senado aprovou uma Sessão Especial para celebrar os seus 90 anos de idade. O requerimento foi solicitado pelos senadores Randolfe Rodrigues, da Rede Sustentabilidade do Amapá, e Lasier Martins, do Podemos gaúcho. Para Randolfe, é importante destacar a influência de Pedro Simon na história do País e na política nacional. (Randolfe Rodrigues): Simon foi testemunha dos últimos 50 anos da história do Brasil, um dos ícones da resistência democrática após o golpe de 1964; um militante pela reabertura democrática e pela conquista da democracia; até bem pouco tempo, colega que conviveu conosco aqui no Senado. A sua trajetória, aqui no Parlamento, é uma trajetória que inspira a todos nós, membros do Parlamento brasileiro, e a todos nós brasileiros. (Repórter): Ao citar a participação de uma homenagem a Pedro Simon, a senadora Simone Tebet, do MDB de Mato Grosso do Sul, ressaltou o protagonismo do emedebista na história do país. (Simone Tebet): Nos momentos mais sensíveis da história do Brasil, Pedro Simon foi não só uma voz, ele foi um grito. Ele foi um grito contra o desespero, contra a desigualdade social, contra a fome, contra a miséria, contra a corrupção. Mas, acima de tudo, ele foi um grito contra os gritos das masmorras, muitas vezes, diante de gritos que faziam outras vozes calarem, mas não a voz do Senador Pedro Simon. (REP) A sessão deverá ocorrer ainda no primeiro semestre. Com supervisão de Hérica Christian, da Rádio Senado, Lara Kinue. .

Ao vivo
00:0000:00