Covid-19

Parlamentares entram na justiça contra campanha do governo federal

02:06Parlamentares entram na justiça contra campanha do governo federal

Transcrição LOC: PARLAMENTARES VÃO À JUSTIÇA CONTRA CAMPANHA DO GOVERNO. LOC: AS PEÇAS DEFENDEM A FLEXIBILIZAÇÃO DO ISOLAMENTO SOCIAL, AÇÃO DE COMBATE AO NOVO CORONAVÍRUS, CONFORME VEM PROPONDO O PRESIDENTE JAIR BOLSONARO. AS INFORMAÇÕES COM O REPÓRTER PEDRO PINCER: TÉC: O senador Alessandro Vieira, do Cidadania de Sergipe, e os deputados Felipe Rigoni, do PSB do Espírito Santo e Tabata Amaral, do PDT de São Paulo decidiram entrar com ações pedindo a suspensão imediata de campanha publicitária veiculada pelo governo federal. As peças da campanha, que tem o slogan ‘O Brasil Não Pode Parar’ defendem a flexibilização do isolamento social decretado pelos estados dentro das ações de combate ao novo coronavírus, conforme vem propondo o presidente Jair Bolsonaro. Também há previsão de vídeos institucionais. De acordo, com Alessandro Vieira, o lançamento neste momento de uma campanha que não seja baseada no melhor entendimento dos especialistas do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde prejudica o cidadão. (Alessandro Vieira 26”) Infelizmente o presidente persiste numa ideia que já foi vencida em outros países, e a conta paga em mais mortes, em mais prejuízos, em maiores danos para a nação. Então o presidente da República pode muito, e nós somos defensores abertos de que a Presidência precisa ser respeitada, valorizada fortalecida, mas mesmo o presidente está submetido, está limitado àquilo que a Constituição federal define (REP) Já o vice-líder do governo no Senado, Chico Rodrigues, do Democratas de Roraima, disse que o país está vivendo uma crise profunda, contra um inimigo invisível. Ele reprovou as críticas aos discursos do presidente Jair Bolsonaro e afirmou que o Executivo está fazendo todos os esforços para que o país saia dessa situação o quanto antes. (Chico Rodrigues) Cada passo que o governo está dando é no sentido de atender a população. E eu tenho certeza absoluta que está sendo feito o possível e nem que tenha que raspar o tacho, o último centavo do governo, com as suas reservas, o governo fará. Serão pelo menos duas ações: uma popular, já protocolada na primeira instância, e outra, no Supremo Tribunal Federal. Da Rádio Senado, Pedro Pincer.

O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e os deputados Felipe Rigoni (PSB-ES) e Tabata Amaral (PDT-SP) decidiram entrar com pedindo a suspensão imediata de campanha publicitária  veiculada pelo governo federal.  As peças da campanha, que tem o slogan ‘O Brasil Não Pode Parar’ defendem a flexibilização do isolamento social decretado pelos estados dentro das ações de combate ao novo coronavírus. As informações com o repórter Pedro Pincer, da Rádio Senado.

TÓPICOS:
Bolsonaro  Cidadania  Constituição  Constituição Federal  Coronavírus  Espírito Santo  Estados  Justiça  Ministério da Saúde  Organização Mundial da Saúde  PDT  Presidente da República  PSB  Roraima  São Paulo  Saúde  Senador Alessandro Vieira  Senador Chico Rodrigues  Sergipe  Supremo Tribunal Federal 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo