Covid-19

Parlamentares do PT e do PROS querem ajuda do TCU no caso das vacinas

02:23Parlamentares do PT e do PROS querem ajuda do TCU no caso das vacinas

Transcrição LOC: PT E PROS RECORREM AO TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO PARA QUE MINISTÉRIO DA SAÚDE USE CRITÉRIOS CIENTÍFICOS E TÉCNICOS PARA A COMPRA DA VACINA CONTRA O NOVO CONTRAVÍRUS. LOC: REDE SUSTENTABILIDADE E PDT RECORREM AO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL PARA AUTONOMIA DOS ESTADOS E MUNICÍPIOS NA IMUNIZAÇÃO E PARA A COMPRA DO MEDICAMENTO DISPONÍVEL. REPÓRTER HÉRICA CHRISTIAN TÉC: Em resposta ao recuo do Ministério da Saúde na compra de 46 milhões de doses da vacina contra o novo coronavírus desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac Biotech e o Instituto Butantan, parlamentares do PT e do PROS recorreram ao Tribunal de Contas da União. Citando a fiscalização das ações do governo federal na pandemia, eles solicitaram a recomendação do TCU para que o governo federal se baseie em critérios técnicos e científicos na aquisição do imunizante. O senador Humberto Costa, do PT de Pernambuco, avalia que o recuo do governo federal foi político. Lembrou dos repasses de quase R$ 4 bilhões da União para o desenvolvimento de outras vacinas. (Humberto) Queremos que o ministro da Saúde explique o porquê de um dia ele ter anunciado a decisão de manter os acordos e adquirir essas vacinas junto ao Instituto Butantan e à empresa chinesa Sinovac, e no dia seguinte desmentido pelo presidente da República que não vai fazer aquisição dessa vacina. Então, é algo que nós temos que fiscalizar e ter a clareza do porquê aconteceu. REP: O senador Randolfe Rodrigues, do Amapá, recorreu ao Supremo Tribunal Federal para obrigar o governo federal a se manifestar em 48 horas sobre os planos de compra das vacinas. Pela gravidade da situação, ele cita que o Ministério da Saúde deve adquirir as que estarão disponíveis no mercado, não importando se a chinesa, a russa ou a inglesa. (Randolfe) O vírus não tem ideologia e não tem cor partidária. A salvação para o vírus, que é vacina, não pode ter também coloração ideológica, partidária, política, qualquer que seja. Se trata de vidas. Todo dia mais de 500 compatriotas nossos nos deixam. É inaceitável que o governo procure politizar, criar briga política sobre isso e não cumpra sua atribuição. REP: Em outra ação também no STF, o PDT solicitou que estados e municípios tenham autonomia para realizarem a vacinação contra o novo coronavírus quando da oferta de um imunizante. Da Rádio Senado, Hérica Christian.

Parlamentares do PT e PROS recorrem ao Tribunal de Contas da União para que o governo federal se baseie em critérios técnicos e científicos, e não políticos e ideológicos, na compra de vacinas. Na petição, eles citam o recuo do Ministério da Saúde na aquisição da imunização desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac Biotech e o Instituto Butantan. O senador Humberto Costa (PT-PE) destacou as declarações políticas de Bolsonaro. O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) também recorreu ao Supremo Tribunal Federal para o Ministério da Saúde se manifestar em 48 horas sobre os critérios dos investimentos em vacinas. Já o PDT solicitou à Corte que garanta a autonomia de estados e municípios realizarem campanhas de vacinação contra a covid-19 quando da oferta do medicamento.  As informações são da repórter Hérica Christian, da Rádio Senado.

TÓPICOS:
Amapá  Coronavírus  covid-19  Desenvolvimento  Estados  Fiscalização  Ministério da Saúde  Municípios  pandemia  PDT  Pernambuco  Política  Presidente da República  PROS  PT  Rede  Rede Sustentabilidade  Saúde  Senador Humberto Costa  Senador Randolfe Rodrigues  Supremo Tribunal Federal  Sustentabilidade  TCU  Tribunal de Contas da União  União 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 0 61 2211
Ao vivo