Reforma Tributária

Alcolumbre diz que demissão de secretário da Receita não compromete reforma tributária

01:52Alcolumbre diz que demissão de secretário da Receita não compromete reforma tributária

Transcrição LOC: PRESIDENTE DO SENADO DIZ QUE DEMISSÃO DE SECRETÁRIO DA RECEITA FEDERAL NÃO ATRASA VOTAÇÃO DA REFORMA TRIBUTÁRIA. LOC: RELATOR DA PROPOSTA DESCARTA VOLTA DA CMPF, AO CONTRÁRIO DO QUE SINALIZA A EQUIPE ECONÔMICA. REPÓRTER HÉRICA CHRISTIAN TÉC:A defesa da criação de um imposto nos moldes da CPMF provocou a demissão de Marcos Cintra da Receita Federal. A decisão foi do presidente Jair Bolsonaro. Mas a mudança no Fisco não vai comprometer a votação da Reforma Tributária. Ao se declarar contrário à volta da CPMF, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, afirmou que a demissão de Marcos Cintra sinaliza o recuo do governo em relação a essa fonte de arrecadação. Davi Alcolumbre declarou ainda que a Reforma Tributária para simplificar a cobrança de impostos deverá ser votada até o final do ano, independentemente de mudanças na equipe econômica. (Davi_Cintra) É uma questão do governo. O Senado tem a consciência da importância da votação dessa matéria e nós vamos conversando com o governo, dialogando e buscando entendimento. A nossa relação em relação à votação dessa matéria tem sido com o ministro Paulo Guedes. Lógico e evidente que o secretário era o interlocutor nessa relação. Mas com certeza absoluta o governo encontrará outro interlocutor que possa fazer e estabelecer o diálogo. REP: O relator da Reforma Tributária, senador Roberto Rocha, do PSDB do Maranhão, afirmou que não pretende recriar a CPMF. (R.Rocha) Sem dúvida que perde força porque havia uma ideia-força na Secretaria da Receita Federal que é essa. O presidente da República já tinha condenado várias vezes. Mas a secretaria da Receita Federal continuou falando da criação de novo imposto sem falar porque. Colocaram a carroça na frente dos bois. Você está tratando de desonerar a folha, que é uma coisa que todo mundo concorda. A discussão é saber como. REP: Roberto Rocha aguarda sugestões do governo para apresentar o relatório da Reforma Tributária, que poderá ser votado em outubro na Comissão de Constituição e Justiça. Da Rádio Senado, Hérica Christian.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), afirmou que a demissão de Marcos Cintra da Receita Federal não vai comprometer a votação da Reforma Tributária. O relator da reforma, senador Roberto Rocha (PSDB-MA), descartou a recriação da CPMF, ideia que resultou na demissão de Cintra. Ele aguarda sugestões do governo para apresentar o relatório da Reforma Tributária na Comissão de Constituição e Justiça. As informações são da repórter da Rádio Senado, Hérica Christian.

TÓPICOS:
Reforma Tributária  Constituição  CPMF  Davi Alcolumbre  DEM  Justiça  PSDB  Receita Federal  Senador Davi Alcolumbre  Senador Roberto Rocha  Bolsonaro  Maranhão  Presidente da República 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo