Crise dos Combustíveis

Oposição insistirá em CPI da Petrobras para discutir os reajustes da Petrobras

01:49Oposição insistirá em CPI da Petrobras para discutir os reajustes da Petrobras

Transcrição LOC: OPOSIÇÃO DIZ QUE TROCA NO COMANDO DA PETROBRAS NÃO ENFRAQUECE PEDIDO DE CPI PARA INVESTIGAR A POLÍTICA DE REAJUSTE DA ESTATAL. LOC: LÍDER DO GOVERNO DIZ QUE MUDANÇA NOS PREÇOS DOS COMBUSTÍVEIS PODERÁ SER FEITA PELA PRÓPRIA EMPRESA. REPÓRTER HÉRICA CHRISTIAN. TÉC:A senadora Vanessa Grazziotin do PC do B do Amazonas vai insistir na criação da CPI da Petrobras destinada a abrir a planilha de preços da estatal. O requerimento com 29 assinaturas já foi apresentado à Mesa Diretora do Senado. Ela negou que a CPI se transforme em palanque político num ano eleitoral. (Vanessa) Essa não é uma CPI política. Essa é uma CPI de 30 dias e de uma CPI que vai trabalhar no silêncio porque nós precisamos conhecer os números reais. É mais do que nunca necessária essa CPI e esse trabalho técnico de conhecimento e domínio da situação real da Petrobras. REP: Para a senadora Gleisi Hoffmann do PT do Paraná, a saída de Pedro Parente da presidência da Petrobras não enfraquece ou inviabiliza a CPI. Ela ressaltou que os senadores conhecerão os números que compõem o preço dos combustíveis. (Gleisi) Independe. Essa CPI é necessária e independe de Pedro Parente. Queremos saber o que efetivamente está acontecendo na empresa. Os números, a contabilidade porque os preços foram reajustados a maior do que os preços internacionais. Então, nós queremos sim. Acho que a CPI é mais necessária do que nunca. REP: O líder do governo, senador Romero Jucá do PMDB de Roraima, voltou a afirmar que não há necessidade de CPI da Petrobras. Segundo ele, o presidente Michel Temer deverá discutir o assunto com o novo presidente da estatal. (Jucá) É claro que tem que ser modulada esta questão do aumento. Não dá para ter aumento no susto. As pessoas, de repente, terem aumento de combustível e de gás de cozinha. A sociedade não aguenta isso. O presidente Michel determinou que haja essa discussão com a Petrobras e se crie uma nova política de preço. Não é necessário CPI para isso. (REP): Para a CPI da Petrobras ser criada, são necessárias a leitura do requerimento em Plenário e a conferência das assinaturas. Da Rádio Senado, Hérica Christian.

A senadora Vanessa Grazziotin (PCB-AM) vai insistir na criação da CPI da Petrobras para investigar os preços dos combustíveis. Vanessa Grazziotin negou que a CPI se transforme em palanque político num ano eleitoral. Para a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), a saída de Pedro Parente da presidência da Petrobras não enfraquece ou inviabiliza a CPI. Ao descartar a CPI, o líder do governo, senador Romero Jucá (PMDB-RR), disse que Michel Temer deverá discutir o assunto com o novo presidente da Petrobras.

TÓPICOS:
Amazonas  Combustíveis  CPI  CPI da Petrobras  Michel Temer  Oposição  Paraná  PCB  Petrobras  PMDB  Política  PR  PT  Roraima  Senadora Gleisi Hoffmann  Senadora Vanessa Grazziotin  Senador Romero Jucá  Trabalho 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo