CCJ

Sérgio Moro nega cooperação ou combinações entre Ministério Público e Juiz na Lava Jato

02:04Sérgio Moro nega cooperação ou combinações entre Ministério Público e Juiz na Lava Jato

Transcrição LOC: MINISTRO SÉRGIO MORO AFIRMA QUE NUNCA HOUVE CONLUIO E COOPERAÇÃO ENTRE PROCURADORES E JUÍZES DA OPERAÇÃO LAVA-JATO. LOC: EM AUDIÊNCIA NA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA, DISSE AINDA QUE A DIVULGAÇÃO DA TROCA DE MENSAGENS COM PROCURADORES TEM O OBJETIVO DE ENFRAQUECER O COMBATE À CORRUPÇÃO . A REPORTAGEM É RODRIGO RESENDE: (Repórter) O ministro da Justiça, Sérgio Moro, afirmou na Comissão de Constituição e Justiça do Senado que as mensagens divulgadas pelo site The Intercept entre ele e procuradores envolvidos na Operação Lava-jato foram obtidas a partir de um ataque hacker e que podem ter sido editadas: (Sérgio Moro) A mais ou menos 30 dias ou dois meses recebi uma informação que celulares e aparelhos celulares de procuradores da República envolvidos na operação Lava-jato teriam sido objeto de ataques. Em 04 de junho, por volta das 18h, o meu telefone celular sofreu um ataque. (Repórter) Moro destacou que as características do ataque podem evidenciar a atuação de um grupo criminoso: (Sérgio Moro) A minha opinião em particular, apesar que os fatos estão sendo investigados e a conclusão vai dependendo fim das investigações é que existe um grupo criminoso organizado por trás desses ataques (Repórter) O ex-juiz afirmou que não possui mais as mensagens de anos passados, e assim, não é possível garantir a autenticidade dos textos divulgados: (Sérgio Moro) Tenho tido muita cobrança para falar se as mensagens são autênticas ou não são autênticas. O fato é que eu não tenho mais essas mensagens no meu aparelho celular (Repórter) O atual ministro da Justiça rebateu a acusação de combinação e cooperação entre Ministério Público e o então Juiz na operação Lava-Jato: (Sérgio Moro) Dessas 90 denúncias, 45 foram sentenciadas, o MP recorreu de 44 dessas 45 sentenças, se falou muito em conluio, aqui é um indicativo claro que não há conluio nenhum (Repórter) Moro cobrou a divulgação na íntegra das mensagens em posse do The Intercept até para serem autenticadas ou não. (Moro 4 – 13”): Tudo bem, divulga. Mas apresenta perante uma atividade independente, se eventualmente não quer apresentar para a polícia federal, apresenta para o STF, para que aquilo possa ser examinado em sua “inteireza”. (Repórter) Moro disse ainda que o conteúdo das conversas divulgadas não mostra nenhum tipo de aconselhamento, mas apenas conversas do dia a dia entre as partes.

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, afirmou na Comissão de Constituição e Justiça do Senado que não existiu cooperação entre ele e os procuradores durante a Operação Lava-Jato. Moro cobrou que o site The Intercept divulgue a íntegra do material que tem em posse até para que as mensagens possam ser autenticadas de alguma forma. A reportagem é de Rodrigo Resende.

TÓPICOS:
Constituição  Corrupção  Juízes  Justiça  Ministério Público  Operação Lava Jato  Polícia Federal  CCJ 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo