Orçamento 2019

Lideranças estão abertas para incluir no Orçamento de 2019 pedidos de Bolsonaro

01:53Lideranças estão abertas para incluir no Orçamento de 2019 pedidos de Bolsonaro

Transcrição LOC: AS LIDERANÇAS PARTIDÁRIAS ESTÃO DISPOSTAS A APROVAR O ORÇAMENTO DE 2019 COM PRIORIDADES DE BOLSONARO. LOC: PRESIDENTE DO SENADO DISSE QUE O PROJETO SERÁ APROVADO ATÉ O DIA VINTE E DOIS DE DEZEMBRO. REPÓRTER HÉRICA CHRISTIAN. TÉC: Além da Reforma da Previdência, o futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, quer negociar com o Congresso Nacional a votação do orçamento do ano que vem. O projeto, que detalha as receitas e as despesas do governo federal, ainda está na Comissão Mista. A senadora Vanessa Grazziotin, do PC do B do Amazonas, afirmou que é tradição o Legislativo adequar a Lei Orçamentária às prioridades do presidente eleito. (Vanessa) Essa é um pouco a praxe do Parlamento conversar com o próximo governo que na realidade é quem vai executar o Orçamento. Tudo bem que é o governo velho que enviou o projeto, mas quem vai executar é o governo novo e tudo dentro das diretrizes que também já foram aprovadas lá atrás tanto pelo PPA como pela LDO. REP: Já o senador Romero Jucá, do MDB de Roraima, explicou que o Orçamento poderá ser alterado depois de sancionado. (Jucá) Quem define se vai conversar com o Congresso é o novo ministro. O Congresso não vai se oferecer. O Congresso deu prazo para que qualquer tipo de contato possa ser feito. Mas nós temos como prioridade aprovar o Orçamento este ano. A partir do próximo ano, se o governo novo entender alguma questão precisa ser modificada, eles mandam um pedido de modificação. REP: O presidente do Senado, Eunício Oliveira, disse que, independentemente das manifestações do presidente eleito, o Orçamento será aprovado até o dia 22 de dezembro. (Eunício) Se houver interesse, eu já prorroguei duas vezes as datas de emendas ao Orçamento. Eu disse hoje ao ministro indicado Paulo Guedes e ao próprio presidente eleito que se houvesse interesse em discutir algo sobre o Orçamento, eu estaria aberta. Se não houver interesse vou tocar pauta e fazer como sempre fiz. (REP): Entre as definições do Orçamento estão o valor do salário mínimo de R$ 1.006, um crescimento de 2,5% e uma inflação de 4,25%. Da Rádio Senado, Hérica Christian.

As lideranças partidárias estão dispostas a negociar com o futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, mudanças ao Orçamento Geral da União de 2019. O projeto, que trata das receitas e despesas do governo federal, está na Comissão Mista de Orçamento. A senadora Vanessa Grazziotin (PC do B-AM) disse que a adequação do projeto é uma tradição. Já o senador Romero Jucá (MDB-RR) afirmou que o novo governo poderá modificar o Orçamento depois de sancionado.

TÓPICOS:
Amazonas  Comissão Mista de Orçamento  Congresso Nacional  Economia  Inflação  LDO  Lei Orçamentária  Lideranças  Manifestações  Orçamento  Previdência  Reforma da Previdência  Roraima  Salário Mínimo  Senadora Vanessa Grazziotin  Senador Romero Jucá  União 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 0 61 2211
Ao vivo