Economia

LDO prevê mínimo de R$ 1.002 e oposição quer ampliar reajuste

02:04LDO prevê mínimo de R$ 1.002 e oposição quer ampliar reajuste

Transcrição LOC: EQUIPE ECONÔMICA PREVÊ SALÁRIO MÍNIMO NO VALOR DE MIL E DOIS REAIS PARA O ANO Q UE VEM. LOC: SENADORES DA OPOSIÇÃO QUEREM INCLUIR NO REAJUSTE O PERCENTUAL NÃO CONCEDIDO NESTE ANO; MAS LÍDER DO GOVERNO DESCARTA VALOR ACIMA DO JÁ PREVISTO NA LDO. REPÓRTER HÉRICA CHRISTIAN. (Repórter) A partir de janeiro do ano que vem, o salário mínimo será de R$ 1.002, conforme proposta do governo federal. Hoje, o piso é de R$ 954. Segundo o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias, a LDO, o reajuste será de 5,03%, bem acima do percentual concedido no ano passado de 1,81%. Pelas regras vigentes, o aumento do salário mínimo leva em consideração a média do crescimento da economia dos dois anos anteriores, no caso 1%, e a taxa de inflação deste ano, estimada em 4%. A senadora Vanessa Grazziotin do PC do B do Amazonas, tentará mudar o valor do salário mínimo. Ela lembrou que o presidente Michel Temer não concedeu o reajuste total deste ano. (Vanessa Grazziotin) Primeiro, tivemos uma LDO com um valor. Depois na Lei Orçamentária, esse valor baixou e depois, um decreto que baixou ainda mais. O fato é que de 2017 para 2018, daquilo que o governo federal previu para o salário mínimo caiu R$ 25. O que precisamos fazer? Não é apenas trabalhar para garantir esses 5% que ele diz estar dando agora. É para garantir os R$ 25 que ele tirou para este ano de 2018. (Repórter) O líder do governo, senador Romero Jucá, do PMDB de Roraima, descartou um reajuste acima do previsto na Lei de Diretrizes Orçamentárias. (Romero Jucá) A oposição sabe que o aumento é uma regra aprovada pelo Congresso. A regra é a mesma não tem como fazer diferente. Até porque quem faz isso está querendo fazer um embate político. Não é correto. Não há condições das contas públicas pagarem mais. Já é um ganho real na questão do salário mínimo. Apesar da oposição, o Congresso deverá aprovar o salário mínimo da forma que a Lei manda. (Repórter) Segundo o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos, o Dieese, o salário mínimo deveria ser de R$ 3.706,44.

A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) vai apresentar emendas ao projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLOA) para garantir a reposição de perdas do salário mínimo em 2018. Segundo proposta do governo federal, o piso do ano que vem será de R$ 1.002, um reajuste de 5,03%. Grazziotin destacou que a equipe econômica reduziu em R$ 25 o valor deste ano, que hoje é de R$ 954. Mas o líder do governo, senador Romero Jucá (PMDB-RR), descartou o aumento maior ao destacar que o Congresso Nacional se pautará pela regra atual de reajuste do piso salarial, que considera a média do crescimento econômico dos dois últimos anos e da taxa de inflação. Ele ponderou que a correção de 5% cabe no Orçamento Geral de 2019.

TÓPICOS:
Amazonas  Congresso Nacional  Contas Públicas  Economia  Inflação  LDO  Lei de Diretrizes Orçamentárias  Lei Orçamentária  Michel Temer  Oposição  Orçamento  PMDB  Roraima  Salário Mínimo  Senadora Vanessa Grazziotin  Senador Romero Jucá 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 0 61 2211
Ao vivo