Projeto

Gramado-RS pode receber título de Capital Nacional do Chocolate Artesanal

Os Senadores devem votar em fevereiro a proposta que concede o título de Capital Nacional do Chocolate Artesanal a Gramado, no estado do Rio Grande do Sul. O texto foi incluído na pauta do Plenário antes do recesso parlamentar. Reportagem de Regina Pinheiro.

13/01/2020, 15h31 - ATUALIZADO EM 13/01/2020, 15h31
Duração de áudio: 01:27
Foto: http://www.turismo.pr.gov.br

Transcrição
LOC: SENADORES DEVEM VOTAR EM FEVEREIRO A PROPOSTA QUE CONCEDE O TÍTULO DE CAPITAL NACIONAL DO CHOCOLATE ARTESANAL A GRAMADO, NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. LOC: O TEXTO FOI INCLUÍDO NA PAUTA DO PLENÁRIO ANTES DO RECESSO PARLAMENTAR. REPORTAGEM DE REGINA PINHEIRO. (Repórter) Localizado na Serra Gaúcha, Gramado recebe, anualmente, mais de seis milhões de visitantes, responsáveis pela geração de 90% das receitas do município. O chocolate artesanal é um dos principais atrativos do turismo na região. O pioneiro na produção de chocolates foi o empresário Jaime Prawer, que inaugurou a primeira loja de chocolates Prawer em 1976, mesmo ano da quarta Edição do Festival de Cinema Brasileiro de Gramado. O autor do projeto deputado federal Jerônimo Goergen, do PP do Rio Grande do Sul explicou que o Festival de Cinema gerou mídia nacional espontânea para os produtos artesanais. A partir do sucesso da empresa Prawer, novos empreendimentos chocolateiros passaram a surgir na cidade. O senador Lasier Martins, do Podemos gaúcho, relator do projeto na Comissão de Educação apresentou voto pela aprovação do texto, destacando a qualidade dos chocolates fabricados em Gramado. (Lasier Martins) “Hoje a cidade conta com dezenove fábricas que, sob a tutela de chefs chocolatiers, elaboram, à plena capacidade, os mais finos chocolates das mais diversas variedades, qualidades e preços. Visitar Gramado é sinônimo de degustar chocolates de qualidade”. (Repórter) Caso a proposta seja aprovada, a matéria segue para a sanção presidencial. (PL) 4487/2019

Ao vivo
00:0000:00