Pandemia

Especialistas avaliam em comissão plano de vacinação contra a covid-19

02:37Especialistas avaliam em comissão plano de vacinação contra a covid-19

Transcrição LOC: ESPECIALISTAS E PARLAMENTARES DISCUTEM EVOLUÇÃO DAS VACINAS CONTRA COVID-19, PRAZOS E PLANOS DE IMUNIZAÇÃO DOS BRASILEIROS. LOC: PREVISÃO DA FIOCRUZ É LIBERAR DOSES DA PRODUÇÃO CONJUNTA COM A UNIVERSIDADE DE OXFORD A PARTIR DE FEVEREIRO. JÁ A EXPECTATIVA DO BUTANTÃ É ENTREGAR 100 MILHÕES DE UNIDADES PARA O SEGUNDO SEMESTRE DE 2021. REPÓRTER RAQUEL TEIXEIRA. TÉC: A grande preocupação de pesquisadores da Fiocruz e especialistas em imunização é com a aprovação precoce de uma vacina contra a covid-19, por causa da necessidade de estudos sobre a durabilidade dos efeitos do produto e sobre a confiabilidade dos resultados. Para tentar acelerar esse processo, o vice-presidente da Associação Brasileira de Saúde Coletiva, Guilherme Werneck, defende o investimento em várias opções de vacina. (GUILHERME) Nós não deveríamos investir em apenas uma vacina porque é muito temerário, primeiro porque nós não sabemos a eficácia dessas vacinas, segundo que essas vacinas podem variar em eficácia de acordo com a faixa etária, e, portanto, investir em uma ou duas vacinas pode limitar o alcance do nosso programa de prevenção. Rep: E o diretor da Anvisa, Juvenal de Souza, conta que o processo de aprovação dos registros tem várias etapas para proteger a segurança dos usuários, mas já prevê a liberação de doses pelo Sistema Único de Saúde para o primeiro semestre de 2021. (JUVENAL) Final do primeiro semestre do ano que vem é nossa previsão, mas não podemos marcar uma data, haja vista o exemplo anterior do efeito adverso do Astrazênica. Então torcemos para que no primeiro semestre do ano que vem tenhamos já um produto viável e que outros venham também. Rep: O relator, deputado Francisco Júnior, do PSD de Goiás, destacou a importância de conscientizar a população sobre a necessidade da vacinação. (FRANCISCO) Importantes ganhos no âmbito da saúde pública aconteceram graças às vacinas, doenças como sarampo, rubéola e a poliomielite, por exemplo, são evitáveis graças aos imunizantes. Entretanto, cresce o número de aderentes aos movimentos anti-vacinas, por isso em uma situação de pandemia tem sido falado em vacinação compulsória. Sabemos que quanto mais pessoas imunizadas, menor a circulação dos diversos tipos de vírus. Rep: A comissão ainda se reúne para audiência pública em três outras oportunidades até o final de 2020. No próximo dia 26 de outubro recebe o ministro da Economia, Paulo Guedes; em 23 de novembro conta com a participação do presidente da Instituição Fiscal Independente, Felipe Salto, e em 7 de dezembro ouve o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. No dia 16 de dezembro está prevista a apresentação do relatório final, que deve ser votado pelos parlamentares na mesma semana. Da Rádio Senado, Raquel Teixeira.

A Comissão Mista que avalia as ações de combate à pandemia de covid-19 debateu plano para vacinação contra a doença. Especialistas e parlamentares também discutiram a evolução das vacinas, prazos e possibilidades de imunização dos brasileiros. As informações com a repórter Raquel Teixeira, da Rádio Senado.

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 0 61 2211
Ao vivo