Audiência pública

Duas comissões vão debater a situação dos refugiados recebidos no Brasil

02:01Duas comissões vão debater a situação dos refugiados recebidos no Brasil

Transcrição LOC: O CENÁRIO ATUAL DOS REFUGIADOS RECEBIDOS NO BRASIL SERÁ DISCUTIDO NO SENADO EM AUDIÊNCIA PÚBLICA. LOC: A INICIATIVA É DO SENADOR FLÁVIO ARNS, DA REDE SUSTENTABILIDADE DO PARANÁ, EM RAZÃO DO DIA MUNDIAL DO REFUGIADO, CELEBRADO EM 20 DE JUNHO. REPORTAGEM DE IARA FARIAS BORGES. (Repórter) A situação dos refugiados que chegam ao Brasil, principalmente da Venezuela, será discutida em audiência conjunta das Comissões de Relações Exteriores e de Direitos Humanos. A solidariedade entre os povos e a dignidade humana são previstas na Constituição brasileira, lembrou o senador Flávio Arns, da Rede Sustentabilidade do Paraná, que pediu o debate. Arns defendeu a busca de soluções que ajudem essas pessoas. Um documento da Organização das Nações Unidas para Refugiados e da Cátedra Sérgio Vieira de Melo aborda o perfil dos refugiados no Brasil. O senador Esperidião Amin, do PP de Santa Catarina, que é filho de refugiados, sugeriu que o Perfil, lançado no final de maio, seja usado como subsídio do debate. Amin explicou que as pessoas deixam seus países e vêm para o Brasil para sobreviverem. (Esperidião Amin) “Quase todos os refugiados que nós temos no Brasil decorrem de quê? De crises políticas, guerra civil, ataques estrangeiros, guerras engendradas por estrangeiros, guerras plantadas. Todo o Norte da África está vivendo isso”. (Repórter) Ao debater o assunto na Comissão de Direitos Humanos, o senador Eduardo Girão, do Podemos cearense, contou como estão vivendo os venezuelanos que chegam ao Brasil. (Esperidião Amin) “O que está acontecendo na Venezuela é de partir o coração. Os brasileiros têm recebido com muito amor, mas sem estrutura, os nossos irmãos da Venezuela. Diz-se que estão passando fome [Paim: aqui no Brasil] aqui no Brasil, em Roraima. Vieram com a roupa do corpo e estão recebendo sopão, para sobreviver, dos brasileiros”. (Repórter) O Dia Mundial do Refugiado é celebrado em 20 de junho, lembrou o senador Paulo Paim, do PT gaúcho. (Paulo Paim) “A data do dia 20 do mês de junho foi estabelecida como o Dia internacional do Refugiado e, por isso, queremos fazer o debate em relação à situação deles”. (Repórter) A data da audiência e o nome dos convidados serão confirmados pelas comissões. REQ 36/2019 - CRE REQ 63/2019 - CDH

As comissões de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) e de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) vão debater em audiência pública a situação dos refugiados recebidos no Brasil. O requerimento é de iniciativa é do senador Flávio Arns (Rede-PR), subscrito na CDH pelo senador Paulo Paim (PT-RS) e na CRE pelo senador Esperidião Amin (PP-SC). O senador Eduardo Girão (Pode-CE) disse que os refugiados venezuelanos estão passando fome. Reportagem, Iara Farias Borges.

TÓPICOS:
África  CDH  Comissões  Constituição  CRE  Direitos Humanos  Estrangeiros  Paraná  Podemos  PP  PT  Rede  Rede Sustentabilidade  Relações Exteriores  Roraima  Santa Catarina  Senador Eduardo Girão  Senador Esperidião Amin  Senador Flávio Arns  Senador Paulo Paim  Solidariedade  Sustentabilidade  Venezuela  CE  Defesa Nacional  PR 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo