Comissões

CRE debate imposição do governo Trump ao Brasil para renunciar a tratamento especial da OMC

01:56CRE debate imposição do governo Trump ao Brasil para renunciar a tratamento especial da OMC

Transcrição LOC: A RENÚNCIA DO BRASIL AO TRATAMENTO ESPECIAL DA ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DO COMÉRCIO FOI TEMA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA DA COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES. LOC: IMPOSTA AO BRASIL PELO GOVERNO TRUMP, A RENÚNCIA SIGNIFICARIA O APOIO DOS ESTADOS UNIDOS AO INGRESSO BRASILEIRO NA ORGANIZAÇÃO PARA A COOPERAÇÃO E O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, O-C-D-E. A REPORTAGEM É DE POLIANA FONTENELE. TÉC: A Comissão de Relações Exteriores debateu as consequências diplomáticas, econômicas e geopolíticas da renúncia do Brasil ao tratamento especial da OMC, Organização Mundial do Comércio. A renúncia aconteceu após imposição do Governo Trump em troca do apoio americano à pretensão brasileira de ingresso na OCDE, Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico. Para o senador Ângelo Coronel, do PSD da Bahia, essa relação brasileira com os Estados Unidos pode atrapalhar na parceria comercial com outros países, como a China. (Ângelo Coronel) Será que vale a pena para o Brasil comprar briga contra a China, nosso maior parceiro comercial, responsável pela nossa soja, hoje praticamente 80% da nossa produção é exportada para China, o nosso Ferro para China. Será que essa briga do Trump com Pequim, o Brasil deve entrar no meio? Se nós estamos numa paz dando certo nas nossas exportações, por que entrar nessa briga? (Repórter) Presente na audiência pública, o subsecretário de estratégia comercial da Secretaria-Executiva da Câmara de Comércio Exterior, Fernando Alcaraz defendeu o ingresso do Brasil na OCDE. (Fernando Alcaraz) Entrar na OCDE significa entrar num clube daqueles países que buscam melhores políticas públicas e o Brasil certamente se enquadra nessa categoria. Ou seja, eu acho que grande parte dos problemas que nós construímos ao longo dos anos, problemas econômicos, sociais, etc, deriva do fato que a gente tinha políticas públicas que não eram tão bem desenhadas, não tão bem adequadas para lidar com os problemas brasileiros. (Repórter) Ainda segundo Fernando Alcaraz, o ingresso na OCDE tem contribuído para um aumento no Produto Interno Bruto dos países membros, o que iria ser benéfico para o Brasil. Com supervisão de Maurício de Santi, da Rádio Senado, Poliana Fontenele.

Em audiência pública, a Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional debateu as consequências da renúncia do Brasil ao tratamento especial da Organização Mundial do Comércio (OMC) em troca do apoio americano ao ingresso brasileiro na Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE). O debate contou com a presença de representantes da Câmara de Comércio Exterior e Ministério das Relações Exteriores, entre outros. Saiba mais na reportagem de Poliana Fontenele.

TÓPICOS:
Bahia  China  Comércio  Comissão de Relações Exteriores  Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional  Defesa Nacional  Desenvolvimento  Estados  Estados Unidos  Exportações  Ministério das Relações Exteriores  OMC  PSD  Relações Exteriores  Comissões  CRE 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo