Notícias

CRA aprova elevação de impostos sobre a importação do arroz

01:38CRA aprova elevação de impostos sobre a importação do arroz

Transcrição LOC: A COMISSÃO DE AGRICULTURA APROVOU A ELEVAÇÃO DA ALÍQUOTA DE IMPOSTOS INCIDENTES SOBRE A IMPORTAÇÃO DO ARROZ. LOC: A COMISSÃO DE ASSUNTOS ECONÔMICOS DARÁ A PALAVRA FINAL DO SENADO SOBRE A PROPOSTA. REPÓRTER MARCELA DINIZ. TÉC: O projeto aprovado na Comissão de Agricultura eleva as alíquotas de PIS e COFINS incidentes sobre a importação de arroz de zero para os percentuais ordinários de importação: 2,1% para o PIS e 9,65% para a COFINS. O objetivo é assegurar a competitividade do produto nacional, cujo custo de produção tem sido aumentado por elevações de preços em itens importantes, como o diesel e a energia elétrica. Além disso, na justificativa do projeto, o autor, senador Luis Carlos Heinze, do PP do Rio Grande do Sul, argumenta que a mudança colabora com a manutenção dos empregos do setor, diante da atual crise financeira e fiscal que também tem impactos negativos sobre a rizicultura brasileira. De acordo com o relator do projeto, senador Jayme Campos, do Democratas de Mato Grosso, a carga tributária que impacta no custo de produção do arroz no Brasil é 30,6% maior do que o verificado em países vizinhos. A elevação das alíquotas sobre a importação do produto seria, assim, uma forma de proteger o arroz plantado aqui: (Jayme Campos) Nós estamos perdendo competitividade porque se você for no Paraguai, for no Uruguai, lá a carga tributária é quase nada ou zero. Não é um projeto demagogo, é um projeto em defesa da agricultura, sobretudo, da área plantada do arroz no nosso país. (Repórter) O projeto que eleva a alíquota de impostos incidentes sobre a importação do arroz segue para análise da Comissão de Assuntos Econômicos. Se aprovado lá, poderá seguir direto para a Câmara dos Deputados. Da Rádio Senado, Marcela Diniz. PL 1283/2019

A Comissão de Agricultura aprovou o PL 1283/2019 que eleva as alíquotas de impostos incidentes sobre a importação do arroz. O texto é do senador Luiz Carlos Heinze (PP-RS) e contou com parecer favorável do relator, Jayme Campos (DEM-MT). A reportagem é de Marcela Diniz.

TÓPICOS:
Agricultura  Câmara dos Deputados  Carga Tributária  Comissão de Assuntos Econômicos  CRA  DEM  Energia  Mato Grosso  Paraguai  PP  Rio Grande do Sul  Senador Jayme Campos  Senador Luis Carlos Heinze  Uruguai 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo