CPMI das Fake News

Jornalista que investigou uso de fake news em campanha de 2018 será ouvida por CPMI

02:04Jornalista que investigou uso de fake news em campanha de 2018 será ouvida por CPMI

Transcrição LOC: CPMI DAS FAKE NEWS TEM VÁRIOS REQUERIMENTOS NA PAUTA DE VOTAÇÕES PARA A PRÓXIMA SEMANA LOC: UM DELES SOLICITA A CONVOCAÇÃO DA JORNALISTA PATRÍCIA CAMPOS MELLO PARA PRESTAR DEPOIMENTO COMO TESTEMUNHA. REPÓRTER REGINA PINHEIRO. TÉC: “Nós temos aproximadamente 100 requerimentos, que deverei pautar para a segunda reunião pós-carnaval. Há requerimentos de todo tipo. Caberá aos senhores Parlamentares aprovar ou rejeitar” (Rep) Foi o que informou o senador Ângelo Coronel, do PSD da Bahia, Presidente da CPMI das Fake News na última reunião do colegiado. Um dos requerimentos é de autoria do Deputado Carlos Jordy, do PSL do Rio de Janeiro, e convoca a jornalista da Folha de São Paulo, Patrícia Campos Melo, para prestar esclarecimentos ao colegiado na condição de testemunha. O parlamentar justifica que Hans River do Rio Nascimento, ex-funcionário da empresa de marketing digital Yacows, em depoimento prestado à CPMI alegou que, durante o período eleitoral no ano de 2018, a jornalista teria feito insinuações sexuais a ele, em busca de provas de que a campanha do então candidato Jair Bolsonaro teria contratado disparos ilegais de mensagens. Para Carlos Jordy, é preciso fazer uma acareação entre Hans River, Patrícia Campos Melo e Lindolfo Alves, sócio-proprietário da Yacows. (Jordy) ”Em nenhuma daquelas, daqueles prints, planilhas que a Patrícia Campos Melo divulgou, nada daquilo ali contradiz o que Hans River trouxe aqui. Se nós vamos convocar aqui o Senhor Hans River, porque queremos tirar, dirimir qualquer dúvida, temos que convocar também a Patrícia Campos Melo, pra que a gente possa até fazer uma acareação. Até mesmo reconvocar aqui o senhor Lindolfo, da empresa Yacows, fazer uma acareação.” (Rep) A deputada Natália Bonavides, do PT do Rio Grande do Norte, contestou as afirmações de Carlos Jordy. (Natália) ”O Deputado está mentindo, que várias das coisas que foram publicadas pela jornalista Patrícia contradizem o que o depoente Hans falou, inclusive em relação à mentira da insinuação sexual que ele afirmou” (Rep) Outros requerimentos solicitam convocações para prestar esclarecimentos como as do ministro da Economia Paulo Guedes; da ex-presidente Dilma Rousseff e do gerente de políticas públicas e eleições globais do Whatsapp, Ben Supple (SAPOW). Ainda na lista, requerimento de autoria do Senador Alessandro Vieira, do Cidadania de Sergipe, pedindo a quebra de sigilo bancário, fiscal e telemático do ex-funcionário da Yacows, Hans River. Da Rádio Senado Regina Pinheiro

A CPMI das Fake News tem vários requerimentos na pauta de votações para a próxima semana. Um deles solicita a convocação da jornalista Patrícia Campos Mello para prestar depoimento como testemunha. A reportagem é de Regina Pinheiro, da Rádio Senado.

TÓPICOS:
Bahia  Bolsonaro  Cidadania  Dilma Rousseff  Economia  Eleições  PSD  PSL  PT  Quebra de Sigilo  Rio de Janeiro  Rio Grande do Norte  São Paulo  Senador Alessandro Vieira  Sergipe 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo