Congresso Nacional

Congresso mantém veto e R$ 30 bi voltam para despesas da União no Orçamento

02:26Congresso mantém veto e R$ 30 bi voltam para despesas da União no Orçamento

Transcrição LOC: CONGRESSO NACIONAL MANTÉM VETO E TRINTA BILHÕES DE REAIS VOLTAM PARA DESPESAS DA UNIÃO NO ORÇAMENTO. LOC: MAS DERRUBAM OS DISPOSITIVOS PARA LIVRAR A EMBRAPA, A FIOCRUZ, O IPEA E O IBGE DE CORTES. REPÓRTER HÉRICA CHRISTIAN (Repórter) O Congresso Nacional decidiu manter os vetos à Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2020 e o relator-geral do Orçamento não poderá decidir sozinho sobre a destinação de R$ 30 bilhões. Diante da falta de recursos e do engessamento do próprio Orçamento, deputados e senadores entenderam que o melhor seria o Executivo contar com os recursos das chamadas emendas impositivas do relator. O senador Humberto Costa, do PT de Pernambuco, afirmou que a manutenção do veto garantirá melhor uso dos recursos públicos. (Humberto Costa) Significa que nós vamos ter uma definição mais clara de como é que esses recursos poderão ser aplicados. Esse tema das Emendas Impositivas é algo que precisa ser rediscutido. Isso desorganiza completamente a execução de qualquer Orçamento por parte do governo. Até hoje estranho como o governo tenha concordado em estabelecer o percentual tão elevado de emendas parlamentares que, muitas vezes, têm muito pouco a ver com as ações de governo. (Repórter) Por outro lado, o Congresso Nacional derrubou os vetos a seis dispositivos da LDO para impedir cortes nas verbas destinadas a pesquisas e inovações para a Agropecuária, Embrapa, Fiocruz, Ipea e IBGE. No total, essas autarquias vão receber mais de R$ 4 bilhões. O líder do governo, senador Fernando Bezerra Coelho, do MDB de Pernambuco, destacou que houve um acordo com a equipe econômica para manter esses repasses. (Fernando Bezerra Coelho) Isso possibilitou, portanto, a derrubada desses vetos que abrem a possibilidade da recepção da totalidade dos recursos que estão dispostos no Orçamento desse ano. Ou seja, instituições como a Fiocruz, que é muito importante no combate ao coronavírus, ficarão excetuadas do contingenciamento que o governo federal vai anunciar brevemente no sentido de fazer cumprir o equilíbrio das contas públicas ao longo deste ano. (Repórter) O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, do Democratas do Amapá, convocou para terça-feira uma nova sessão do Congresso Nacional para votar os projetos que regulamentam o Orçamento Impositivo e liberam mais de R$ 9,5 bilhões dos R$ 30 bilhões das emendas que seriam do relator. Veto 52

O Congresso Nacional manteve os vetos aos dispositivos da Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2020 para impedir que o relator-geral do Orçamento decidisse pela destinação de R$ 30 bilhões. O senador Humberto Costa (PT-PE) afirmou que a decisão do Legislativo permitirá um melhor uso dos recursos. Na mesma sessão, deputados e senadores derrubaram outros vetos à LDO e pouparam de cortes os orçamentos da Fiocruz, Embrapa, IPEA e IBGE. Segundo o líder do governo, senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), houve um entendimento com a equipe econômica. A informações são da repórter da Rádio Senado, Hérica Christian.

TÓPICOS:
Amapá  Congresso Nacional  Contas Públicas  Davi Alcolumbre  Embrapa  IBGE  Ipea  LDO  Lei de Diretrizes Orçamentárias  MDB  Orçamento  Orçamento Impositivo  Pernambuco  PT  Senador Davi Alcolumbre  Senador Fernando Bezerra Coelho  Senador Humberto Costa  União  Vetos 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo