Orçamento

Congresso libera R$ 28 bilhões para ministérios

02:19Congresso libera R$ 28 bilhões para ministérios

Transcrição LOC: CONGRESSO NACIONAL APROVA A LIBERAÇÃO DE MAIS DE VINTE E OITO BILHÕES DE REAIS DO ORÇAMENTO. LOC: ESTADOS E MUNICÍPIOS TERÃO UM REPASSE DE MAIS DE CINCO BILHÕES DE REAIS. REPÓRTER HÉRICA CHRISTIAN TÉC: Na sessão do Congresso Nacional, deputados e senadores aprovaram a liberação de mais de R$ 28 bilhões do Orçamento deste ano. Com o leilão do pré-sal no mês passado, governadores e prefeitos vão receber R$ 5,4 bilhões. A Petrobras contará com um reforço de R$ 7,2 bilhões. O Ministério do Desenvolvimento Regional deverá liberar recursos das emendas individuais. O Ministério da Educação contará com reforço no caixa para diversas áreas, entre elas, os hospitais universitários do Rio de Janeiro. Uma parte da verba extra do Ministério da Agricultura foi destinada para a regularização fundiária na Amazônia Legal e região fronteiriça. Já o Ministério do Meio Ambiente foi contemplado com recursos na ordem de R$ 1 bilhão, que vão bancar ações de prevenção, fiscalização, combate e controle ao desmatamento e incêndios florestais. O líder do governo no Congresso Nacional, senador Eduardo Gomes, do MDB do Tocantins, destacou que a liberação do dinheiro foi consequência da melhoria da economia. (Eduardo) Missão cumprida do governo com relação à condução da política econômica, ao equilíbrio fiscal e à condição que chega ao final do ano podendo recursos importantes. Então, realmente a gente está vendo momento de retomada mesmo que lenta, mas consistente do crescimento, recuperação do emprego. Aos poucos, a gente vai sentindo que a política econômica está no rumo certo. REP: A oposição acusou o governo de retirar recursos de áreas importantes para atender às emendas parlamentares de aliados. Mas o relator de alguns créditos, deputado Cacá Leão, do PP da Bahia, negou prejuízos com o remanejamento do Orçamento. (Cacá) Houve um remanejamento dentro das próprias áreas. Houve recomposição de recursos do Minha Casa Minha Vida, houve recomposição de recursos para o Fundo Nacional da Educação. Então, é natural que ocorram esses remanejamentos, mas o governo acabou respondo todos os cortes que foram feitos dentro dos Ministérios onde não houve prejuízo de nenhuma área. REP: O Congresso Nacional também aprovou o Plano Plurianual para o período de 2020 a 2023. Da Rádio Senado, Hérica Christian PLNs 48, 46, 42, 50, 25, 26, 35, 37, 44, 24, 28, 29, 30, 31, 32, 34, 36, 39, 40, 43, 10, 15, 51 e 21

O  Congresso Nacional aprovou a liberação de mais de R$ 28 bilhões do Orçamento para diversos ministérios, a exemplo dos da Educação, Agricultura e Meio Ambiente. Estados e MU vão receber R$ 5,4 bilhões e a Petrobras contará com um reforço de R$ 7,2 bilhões. O líder do governo no Congresso Nacional, senador Eduardo Gomes (MDB-TO), afirmou que os repasses ocorreram graças à melhoria da economia. A oposição acusou o governo de cortar recursos de áreas importantes para pagar as emendas parlamentares. O Congresso Nacional também aprovou o Plano Plurianual para o período de 2020 a 2023. As informações são da repórter da Rádio Senado, Hérica Christian.

TÓPICOS:
Agricultura  Amazônia  Bahia  Congresso Nacional  Desenvolvimento  Desenvolvimento Regional  Desmatamento  Economia  Educação  Emprego  Estados  Fiscalização  Leilão  MDB  Meio Ambiente  Ministério da Educação  Municípios  Oposição  Orçamento  Petrobras  Política  PP  Pré-Sal  Regional  Regularização Fundiária  Rio de Janeiro  Senador Eduardo Gomes  Tocantins 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo