Orçamento

Congresso autoriza reajuste salarial para polícias e bombeiros do DF

02:29Congresso autoriza reajuste salarial para polícias e bombeiros do DF

Transcrição LOC: CONGRESSO NACIONAL APROVA AUTORIZAÇÃO PARA REAJUSTE SALARIAL DAS POLÍCIA CIVIL E MILITAR E DO CORPO DE BOMBEIROS DO DISTRITO FEDERAL, RONDÔNIA, RORAIMA E AMAPÁ. LOC: CABERÁ AO PRESIDENTE DA REPÚBLICA EDITAR UMA MEDIDA PROVISÓRIA DEFININDO O VALOR DO AUMENTO E UMA EVENTUAL RETROATIVIDADE A JANEIRO DESTE ANO. REPÓRTER HÉRICA CHRISTIAN TÉC: Em sessões separadas, os deputados e senadores aprovaram o projeto que altera a Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2020 para permitir o reajuste salarial das Polícias Civil e Militar e Corpo de Bombeiros do Distrito Federal. A mudança cria uma exceção de aumento para as categorias de segurança da Capital Federal que são bancadas pelo Fundo Constitucional do Distrito Federal. O reajuste também será concedido para os militares da ativa, inativos e pensionistas dos ex-territórios, no caso, Roraima, Rondônia e Amapá. Com essa autorização, caberá ao presidente da República editar uma Medida Provisória definindo o percentual do reajuste. Segundo o senador Izalci Lucas, do PSDB do Distrito Federal, o aumento poderá ser de 25% sobre as gratificações da PM e de 8% para a Polícia Civil. Ele afirmou ainda que o pagamento retroativo a janeiro depende da MP. (Izalci) Esperamos que na sequência seja editada a medida provisória recompondo essa injustiça de anos até porque os nossos policiais estão já com salário reduzido porque com aprovação da Previdência e a aprovação da recuperação da carreira das Forças Armadas, que é a Previdência dos militares, a segurança pública do DF só teve redução salarial. Portanto, nós estamos recompondo essas perdas. REP: O relator, senador Eduardo Gomes, do MDB do Tocantins, negou qualquer impacto nas contas públicas ao esclarecer que o Fundo Constitucional do DF conta com recursos próprios. Ele citou que as polícias da Capital Federal estão sem reajuste há muito tempo. (Eduardo) E deixar esses profissionais, que fazem parte desse eixo de garantia da segurança pública por uma questão técnica de ter sido a última votação da Comissão de Orçamento faz com que a sensibilidade e o entendimento de que essas forças representam no combate à covid-19, na única Unidade Federativa que tem a representação de todos os países que têm relação com o Brasil, realmente seria complicado. REP: Segundo o Ministério da Economia, o reajuste salarial das polícias civil e militar e do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal custará R$ 505 milhões do Fundo Constitucional. Da Rádio Senado, Hérica Christian.

Os senadores aprovaram uma mudança na Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2020 para permitir o reajuste salarial das Polícias Civil e Militar e do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal. O aumento valerá para as polícias dos ex-territórios: Roraima, Rondônia e Amapá. Segundo o relator, Eduardo Gomes (MDB-TO), no caso do DF, os recursos já estão garantidos no Fundo Constitucional do Distro Federal, em acordo negociado há dois anos. Já o senador Izalci Lucas (PSDB-DF) afirmou que o percentual do reajuste e sua retroatividade dependerão de uma medida provisória. As informações são da repórter Hérica Christian.

TÓPICOS:
Amapá  Brasília  Congresso Nacional  Contas Públicas  covid-19  Distrito Federal  Economia  Forças Armadas  Lei de Diretrizes Orçamentárias  MDB  Medida Provisória  Orçamento  Pensionistas  Polícia Civil  Presidente da República  Previdência  PSDB  Rondônia  Roraima  Segurança  Segurança Pública  Senador Eduardo Gomes  Senador Izalci Lucas  Tocantins 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo