56ª Legislatura

Composição partidária muda em relação à que saiu das urnas

01:13Composição partidária muda em relação à que saiu das urnas

Transcrição COM A DECISÃO DE NOVE SENADORES DE MUDAREM DE PARTIDOS, A COMPOSIÇÃO PARTIDÁRIA NO SENADO NÃO É A MESMA QUE SAIU DAS URNAS. AINDA ASSIM, O MDB CONTINUA COM A MAIOR BANCADA. JÁ O PTB DEIXOU DE TER REPRESENTANTES NA CASA. REPÓRTER LARISSA BORTONI. TÉC: O senador Davi Alcolumbre, do Democratas do Amapá, que presidiu a sessão de posse dos 54 novos senadores, informou que houve alterações no tamanho de cada bancada partidária do Senado e os números trouxeram novidades em relação ao que saiu das urnas em outubro último. O MDB continua a ser o partido com mais representantes – eram 12 e agora são 13. A segunda maior bancada passou a ser a do PSD, que ganhou três novos senadores. Um deles é Nelsinho Trad, do estado de Mato Grosso do Sul, que deixou o PTB. (Nelsinho) O PSD ocupando dentro do Senado da República vai proporcionar condições políticas e administrativas para seus senadores no sentido de cada vez mais angariar recursos, levar recursos, emenda e propostas para o estado que cada um de nós representa. (Larissa) A terceira maior bancada ficou com o PSDB, e o PTB, que tinha três senadores, deixou de ter representantes no Senado.

Com a decisão de nove senadores de mudarem de partidos, a composição partidária no senado não é a mesma que saiu das urnas. Ainda assim, o MDB continua com a maior bancada. A segunda maior bancada passou a ser a do PSD, que ganhou três novos senadores. Já o PTB deixou de ter representantes na Casa.

TÓPICOS:
56ª Legislatura  Amapá  Mato Grosso  Mato Grosso do Sul  Novos Senadores  Partidos  PSD  PSDB  PTB  Senado2019  Senador Davi Alcolumbre 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo