Refugiados

Comissão sobre migrações e refugiados faz primeira reunião em 5 de março

01:40Comissão sobre migrações e refugiados faz primeira reunião em 5 de março

Transcrição LOC: COMISSÃO SOBRE MIGRAÇÕES E REFUGIADOS FAZ PRIMEIRA REUNIÃO EM 5 DE MARÇO LOC: A INTENÇÃO É DEBATER A POLÍTICA BRASILEIRA DE ACOLHIMENTO A ESSAS PESSOAS. MAIS INFORMAÇÕES COM O REPÓRTER PEDRO PINCER. (TÉC): A Comissão Mista Permanente sobre Migrações Internacionais e Refugiados vai fazer a primeira reunião em 5 de março. O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, o Acnur, está entre os convidados para debater a política brasileira de acolhimento a essas pessoas. De acordo com o Acnur e o Comitê Nacional para os Refugiados, o Conare, o Brasil está em quinto lugar no ranking dos países que mais recebem venezuelanos — são mais de quatro milhões de pessoas que fugiram da situação político-econômica naquele país. Em primeiro lugar está a Colômbia, seguida por Peru, Chile, Equador e Brasil. (Repórter) Vice presidente do colegiado, o senador Paulo Paim, do PT do Rio Grande do Sul, aponta as dificuldades que os imigrantes e refugiados têm ao chegar no país. (Paulo Paim): ”Por exemplo, no Brasil, os refugiados têm dificuldade até de conseguir os documentos para que eles possam se habilitar, trabalhar no Brasil de forma formal e também tenham todo o atendimento que tem o povo brasileiro”. (Repórter): Para o senador, o preconceito contra os refugiado ainda é significativo. (Paulo Paim): “É inegável que há uma discriminação, infelizmente, na maioria dos países, com os refugiados, e nós entendemos assim. Queremos dizer a todos que direitos humanos não têm fronteira”. (Repórter): A comissão será presidida pela deputada Bruna Furlan, do PSDB de São Paulo. Da Rádio Senado, Pedro Pincer.

A Comissão Mista Permanente sobre Migrações Internacionais e Refugiados vai fazer a primeira reunião em 5 de março. O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur) está entre os convidados para debater a política brasileira de acolhimento a essas pessoas. De acordo com o Acnur e o Comitê Nacional para os Refugiados (Conare), o Brasil está em quinto lugar no ranking dos países que mais recebem venezuelanos — são mais de quatro milhões de pessoas que fugiram da situação político-econômica naquele país. Em primeiro lugar está a Colômbia, seguida por Peru, Chile, Equador e Brasil. Mais informações com o repórter da Rádio Senado, Pedro Pincer. 

TÓPICOS:
Chile  Colômbia  Direitos Humanos  Equador  Peru  Política  PSDB  PT  Rio Grande do Sul  São Paulo  Senador Paulo Paim 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo